Projeto contra agressores sai de pauta na Câmara de Jacareí

Proposta que seria votada nesta quarta-feira sugeria impedir nomeações de condenados na Lei Maria da Penha

Da redação @jornalovale | @jornalovale

Com base no discurso contrário à tolerância da violência contra a mulher, a Câmara de Jacareí votaria em nesta quarta-feira um projeto para impedir a nomeação de condenados na Lei Maria da Penha. O projeto, no entanto, saiu de pauta.

A proposta é de autoria dos vereadores Paulinho do Esporte (PSD) e Sônia Patas da Amizade (PSB). No texto, é determinado que o impedimento ocorra tanto para cargos efetivos, quanto em comissão, e que se dê após o trânsito em julgado do processo -- ou seja, quando o acusado já não puder mais recorrer.

"A Casa Legislativa, que é considerada a casa do povo, não pode permanecer vendada a realidade que as mulheres enfrentam e deixar de fomentar legislações que são necessárias para a proteção de seus cidadãos, principalmente em relação à vida e dignidade das mulheres", justifica o texto apresentado no projeto.

No entanto, tendo como justificativa a necessidade de adequação à legislação federal, o projeto ainda deve passar por reformulações para ser discutido no Legislativo. Anteriormente, o projeto já havia recebido parecer contrário no jurídico.

PAUTA.

Com a saída da proposta, restam para discussão na sessão três projetos para denominação de ruas..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.