Vereadores de Jacareí questionam emendas do orçamento impositivo

Orçamento impositivo, aprovado em 2018, garante que vereadores destinem verba da Receita Corrente para obras e serviços

Da redaçã[email protected] | @jornalovale

Mais de um ano após a aprovação do projeto que institui o orçamento impositivo em Jacareí, vereadores questionam o governo Izaias Santana (PSDB) sobre a aplicação do recurso nas áreas propostas.

O tema foi alvo de pedido de informação da vereadora Márcia Santos (PV) e teve o apoio do vereador Paulinho dos Condutores (PL). Segundo ela, parte das emendas não estariam sendo cumpridas.

"Estamos já em outubro e rege o contrato que tem o prazo até novembro sobre as emendas impositivas. Até hoje, boa parte das nossas emendas apontadas e publicadas não foram cumpridas. Muitas as emendas nós compartilhamos e nem sequer foram licitadas, nem mesmo um carro para um laboratório, que eu acho que não tem nenhum impedimento técnico para comprar um carro, nem isso foi feito para a saúde", afirmou a parlamentar.

"A gente, enquanto vereador, encaminhou as emendas impositivas para vários setores e a gente vê que está muito devagar, que não está saindo", concordou, Paulinho.

As emendas impositivas garantiram que a Câmara tivesse vinculados 1,2% da Receita Corrente Líquida destinados para obras e serviços na cidade. O montante, dividido entre os 13 vereadores, assegurou cerca de R$ 685 mil do orçamento para cada.

OUTRO LADO.

Em nota, a prefeitura informou que constatou impedimentos em documentos de entidades e dificuldades relacionadas à elaboração de projetos. Mas, que tem cumprido os serviços propostos pelos vereadores.

"Uma série de obras em Unidades Básicas de Saúde estão em reforma por emendas impositivas, como no Rio Comprido. Estão em andamento as UBSs do Jardim Imperial e Igarapés. Foram realizados ainda eventos da Fundação Cultural e Secretaria de Esportes. Já as entidades que não receberam investimentos, estão inseridas no cronograma"..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.