Logo Jornal OVALE

Após decreto sobre o tema, Felicio diz que irá apurar se o caso fere a legislação

POSIÇÃO. No fim de maio, Felicio Ramuth editou um decreto para regulamentar a vedação ao nepotismo nos órgãos públicos municipais. No texto, o prefeito ressaltou a proibição do uso indevido de cargos não só na administração direta, mas também em autarquias, fundações e empresas de economia mista, como é o caso da Urbam. Questionado nessa quarta, o tucano disse desconhecer o caso da nora de Maninho, mas informou que irá avaliar se há alguma irregularidade. "Essa é uma informação que podemos apurar para ver se está adequado ou não à lei", disse. "Com certeza, se a lei prevê que isso não deva acontecer, isso não deverá acontecer".