Logo Jornal OVALE

Programa Decolar de São José terá 230% mais verba em 2020

Com orçamento passando de R$ 30 mil para R$ 100 mil, governo Felicio espera ampliar número de alunos atendidos, investir em pesquisas e comprar materiais para atividades

Da redação @jornalovale | @jornalovale

O governo Felicio Ramuth (PSDB) prevê ampliar em 230% o orçamento em 2020 para o Decolar (Programa de Desenvolvimento do Potencial e Talento), que ajuda no desenvolvimento do potencial de alunos considerados superdotados na rede municipal de São José dos Campos.

Esse ano, a verba para o programa é de R$ 30 mil. Para 2020 e também 2021, a gestão tucana prevê orçamento de R$ 100 mil para o Decolar.

Com o aumento, um dos objetivos é ampliar o número de alunos atendidos. Atualmente são 157 estudantes de 6º e 7º ano do fundamental. A meta é ampliar o número de alunos em 40% a cada ano, chegando a 500 estudantes do 6ª ao 9º ano em quatro anos.

Segundo o governo Felicio, a ampliação da verba também "possibilitará investimentos em pesquisas, formação para os gestores pedagógicos do projeto, aquisição de materiais para as atividades e trabalho com os alunos em campo".

O Decolar foi implantado em 2007, na gestão Eduardo Cury (PSDB). Em 2012, quando terminou o governo tucano, o programa atendia cerca de 400 estudantes.

O Decolar acabou descontinuado a partir de 2013, na gestão Carlinhos Almeida (PT). O programa só foi retomado em 2018, no segundo ano do governo Felicio. No último dia 2, o tucano enviou à Câmara um projeto para oficializar a criação do Decolar.

Para a gestão tucana, a aprovação do projeto pelo Legislativo evitará que o programa seja esvaziado novamente.

"Considerando que uma das grandes tarefas da Educação é evitar que a capacidade humana seja perdida ou desviada, a aprovação do projeto possibilitará a continuidade perene pelas administrações e o aprimoramento do trabalho que já vem sendo desenvolvido na rede de ensino municipal", informou, em nota..