Logo Jornal OVALE

RMVale tem cinco trechos críticos em rodovias estaduais

Locais terão prioridade de investimento para obras e intervenções dentro de programa do Estado para reduzir os acidentes e mortes

Xandu Alves @xandualves10 | @xandualves10

Cinco trechos de rodovias estaduais no Vale do Paraíba são considerados críticos e receberão investimentos para reduzir a incidência de acidentes de trânsito, inclusive com mortes.

Neste ano, a região fechou os cinco primeiros meses com 129 pessoas mortas em acidentes de trânsito. O programa do governo estadual envolve intervenções em educação no trânsito, obras nas rodovias e convênios para melhorias em vias municipais.

Também será lançada uma nova campanha voltada para motociclistas, grupo que lidera as estatísticas de acidentes de trânsito no estado e no Vale do Paraíba.

Anunciado em junho, o programa "Respeito à Vida - São Paulo Dirigindo com Responsabilidade" vai intervir em 100 trechos de rodovias administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) no estado.

Segundo o governo, esses 100 trechos são considerados críticos e terão prioridade em receber investimentos para intervenções com foco na prevenção de acidentes.

Eles passarão por obras e "pequenos ajustes", segundo o governador João Doria (PSDB). "O programa vai garantir à população, por meio de medidas preventivas e educativas, o direito de transitar por vias e rodovias paulistas com segurança", afirmou.

Os pontos foram mapeados pelo Infosiga, sistema de dados que traz informações mensais sobre ocorrências fatais de trânsito.

Segundo o governo, serão feitas "obras de modernização, placas, pintura de faixas, colocação de defensas metálicas ou barreiras de concreto, e implantação de radares".

RODOVIAS.

Nas cidades do Vale, foram selecionados cinco trechos em rodovias estaduais para receber as obras.

A Rodovia Monteiro Lobato (SP-50) terá intervenções em dois trechos: Campos do Jordão (km 167,5 ao 176) e Santo Antônio do Pinhal (km 162,7 ao 163,2).

A Rodovia Prefeito Aristeu Vieira Vilela (SP-62) terá obras em Guaratinguetá, entre os km 178,8 e 182,8, trecho que liga a cidade a Aparecida.

Em Lavrinhas, a Rodovia Deputado Nesralla Rubez (SP-58) terá obras entre os km 227,3 a 230,3. Em Arapeí, a Rodovia dos Tropeiros (SP-68) receberá ajustes no trecho do km 296 ao 297.

Segundo o DER, cada trecho passará por avaliação técnica do órgão para definir quais intervenções serão necessárias em cada local.

"Na região do Vale do Paraíba, o DER desenvolverá as ações nos pontos críticos para melhorias e redução de acidentes como implantação de radares, lombadas físicas e lombofaixas, reforço e revitalização da sinalização horizontal e vertical, intervenções por meio de obras de modernização, colocação de defensas metálicas ou barreiras de concreto entre outras", informou a instituição, por meio de nota.

E completou: "A área técnica de engenharia do DER deu início a um levantamento de pontos críticos dentro desses trechos onde os pontos específicos de acidentes sejam identificados e o aprimoramento destes locais seja realizado".

Segundo o vice-governador Ronaldo Garcia, também haverá alterações no Infosiga, que passará a divulgar dados sobre acidentes sem vítimas fatais, gerando "informações mais precisas e apontando os locais críticos que serão alvos de ações de mitigação"..