Nossa Região

Idade média das vítimas da pandemia cai 10 anos em São José

Em 2020, média de idade dos mortos por coronavírus no município chegava a 69 anos; em junho de 2021, média atingiu menor faixa desde o início da pandemia e chegou a 59 anos

Thaís Leite e Xandu Alves@jornalovale
26/06/2021 às 00:34.
Atualizado em 24/07/2021 às 01:10
Calçadão de São José dos Campos, em retomada comercial (Adenir Britto/CMSJC)

Calçadão de São José dos Campos, em retomada comercial (Adenir Britto/CMSJC)

A média de idade dos mortos pela Covid-19 caiu 10 anos em comparação a 2020 em São José dos Campos. Enquanto no ano passado ela esteve em 69 anos, em junho de 2021, sob a média de faixa etária mais baixa desde o início da pandemia, ela desceu para 59 anos.

O dado consta de levantamento realizado pelo estatístico Paulo Barja, professor da FEAU (Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo) da Univap, e considera as informações fornecidas pelo município até o dia 18.

Segundo a análise, a média de pessoas que tinham entre 31 e 60 anos e faleceram com a doença em 2020 era de 22% e, neste mês, subiu para 58% -- em um crescimento de 163%. Por outro lado, a média de pessoas com mais de 61 anos que faleceram no ano passado passou de 76% para 42% em junho de 2021 -- em uma queda de 44%. Apenas dentre os de 31 e 40 anos, houve uma 'explosão' de 300%.

A mudança progressiva na faixa etária dos óbitos também foi verificada ao longo dos meses anteriores neste ano. De janeiro a abril, as mortes de 31 a 60 anos somavam 29% e, em maio, chegou a 42%. No mesmo sentido, nos primeiros quatro meses, as mortes de pessoas com mais de 61 anos representavam 71%. Em maio, caiu para 57%.

ANÁLISE.

Para a secretária de Saúde de São José, Margarete Correia, a mudança no perfil pode ter dentre os principais fatores o avanço da vacinação, já que a campanha ainda não chegou a públicos mais jovens.

"A Covid já mostrou que é grave e que traz riscos à saúde de todos, independente da idade. Pessoas mais jovens se expõem mais e com os idosos vacinados, é natural que haja uma redução óbitos nesta faixa etária. Enquanto poder público, vamos continuar garantindo atendimento a quem precisar, mas é necessário que a população faça a sua parte".

Sem vacinas, a faixa etária mais nova fica mais suscetível a novas variantes. No Vale, a maior concentração é da P.1 (veja mais na página 14)..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por