Funcionários da LG aceitam proposta de conciliação e voltam ao trabalho em Taubaté

Da Redação | @jornalovale

Os funcionários da fábrica da LG em Taubaté encerraram a greve na manhã desta segunda-feira e retornaram ao trabalho. Uma proposta de conciliação de greve foi votada e aprovada durante assembleia na portaria principal da fábrica na manhã desta segunda-feira (19).

A proposta de conciliação foi construída em uma audiência do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), realizada nesta sexta-feira (17). A sessão foi realizada por videoconferência.

A proposta estabelece cinco pontos, entre eles a retomada das negociações entre o Sindmetau (Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região) e a LG.

De acordo com a proposta a provada, a empresa pagará os dias de greve; haverá retomada da negociação entre Sindicato e LG, partindo da última proposta apresentada em assembleia; vai haver o estabelecimento de um calendário de negociação entre Sindicato e empresa, de 19 a 23 de abril; sugestão do TRT de uma reunião ampliada, com participação de Sindicato, LG, Ministério Público do Trabalho, Tribunal Regional do Trabalho, Legislativo Municipal e Estadual, Executivo Municipal e Estadual para discutir a possibilidade da permanência do IT (monitores e notebooks) em Taubaté.

Diante do cenário de incertezas, em 26 de março, os trabalhadores aprovaram o estado de greve. No dia 5 de abril, a fabricante sul-coreana disparou um comunicado onde informava o encerramento global da divisão de celulares, alegando que a área acumulava um prejuízo de 4,1 bilhões de dólares.

Cerca de 700 empregos estão ameaçados pelo encerramento da produção de celulares e pela transferência da linha de notebooks e monitores de Taubaté para Manaus.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido, assistido, curtido e compartilhado. São mais de 23 milhões de visualizações por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação da edição impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.