Vale tem 72% de ocupação em UTI Covid e média de 106 internações por dia

Vale chega a 90 mil casos confirmados da doença e 1.832 mortes, números que seguem em aceleração

@Da redação | @jornalovale

A taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para atender pacientes de Covid-19 subiu para 72,3% no Vale do Paraíba nesta quarta-feira (13) e se aproxima dos maiores índices registrados em agosto, no primeiro pico da doença.

Com isso, a região ultrapassou um dos indicadores do governo estadual para recuar à fase laranja do Plano São Paulo, o que pode ocorrer na próxima sexta. A classificação foi antecipada no Estado para frear a escalada de aumento da pandemia.

No Vale, a média diária de novas internações subiu para 106 nesta quarta, com 1.382 pessoas hospitalizadas nos 13 dias de janeiro, mais da metade do número registrado em todo o mês de dezembro, com 2.409 internações.

O quadro é ainda mais preocupante com as 120 internações registradas nesta quarta, completando quatro dias seguidos com mais de 100 pessoas hospitalizadas no Vale.

A região também tem mais de 1.000 novos casos confirmados de Covid-19 pelo terceiro dia seguido, limite que foi superado ao longo de todos os dias da semana passada.

Janeiro acumula 13.851 infectados e segue em ritmo acelerado para superar dezembro, até então o mês com mais pessoas contaminadas na região, com 15.886. São ainda 155 mortes no mês, também perto de superar o período anterior, com 196 óbitos.

Com isso, o Vale alcança mais de 90 mil casos confirmados da doença e 1.832 mortes, números que seguem em aceleração.

A semana encerrada nesta terça-feira (12) registrou aumento de 89% no total de casos na comparação com o período anterior --9.179 contra 4.858-- e 41,6% de crescimento em mortes --60 para 85.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido, assistido, curtido e compartilhado. São mais de 23 milhões de visualizações por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação da edição impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.