Covid: São José tem 10 novas mortes em 24h, chega a 613 e se aproxima de 31 mil casos

De acordo com a Secretaria de Saúde, as vítimas mais recentes foram cinco mulheres e cinco homens, com idades entre 34 e 98 anos; outras quatro mortes são investigadas

A Prefeitura de São José dos Campos confirmou 10 novas mortes por coronavírus nesta quarta-feira (13) e, com isso, o município subiu para 613 óbitos pela doença. O número de casos passou de 30.406 para 30.998 no período de 24 horas.

De acordo com a Secretaria de Saúde, as vítimas mais recentes foram cinco mulheres e cinco homens, que faleceram entre 30 de dezembro e essa terça-feira (12).

No dia 30, a vítima foi um homem de 88 anos, com comorbidades, em hospital privado; no dia 8, uma mulher de 43 anos, com comorbidades, no Hospital Municipal; no domingo (10), uma mulher de 92 anos, com comorbidades, também Hospital Municipal; no dia 11, um homem de 54 anos, sem comorbidades, em hospital privado.

Já na terça-feira (12), foram seis mortes registradas: um homem de 63 anos, com comorbidades, em hospital privado; mulher de 69 anos, sem registro de doença pré-existente, em Jacareí; mulher de 34 anos, com comorbidades, no Hospital Municipal; homem de 66 anos, sem comorbidades, no Hospital Municipal; mulher de 98 anos, com comorbidades, no Hospital Municipal e um homem de 81 anos, com comorbidades, também no HM.

CASOS.

O município confirmou mais 592 casos da doença desde terça-feira (12) e chegou a 30.998. Do total, há 122 pessoas internadas, com 74 na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 48 na enfermaria. Outras 3.022 pessoas estão em recuperação e 27.241 já se recuperaram.

O número de casos suspeitos está em 9.101, com 69 pessoas internadas -- 18 na UTI e 51 na enfermaria. Outras 9.028 pessoas estão em casa e há quatro mortes em investigação.

LEITOS.

A taxa de ocupação dos leitos exclusivos para Covid nos hospitais públicos e privados da cidade é de 79,6% na UTI e 63,8% na enfermaria. Considerando a taxa de ocupação de leitos totais, o número é de 39,1% na UTI e 8,8% na enfermaria. A taxa de ocupação do Hospital Municipal é de 76,2% na UTI e 67,6% na enfermaria.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido, assistido, curtido e compartilhado. São mais de 23 milhões de visualizações por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação da edição impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.