Deic de São José assume investigações de tentativa de homicídio relatada por Senna

Segundo Deinter, Polícia Civil de Jacareí deve continuar colaborando com as investigações; caso foi no sábado, na Estrada do Varadouro

A Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de São José dos Campos assumiu nesta segunda-feira (26) as investigações da tentativa de homicídio relatada pelo candidato Anderson Senna, no sábado (24) em Jacareí. 

Até então, o caso estava sob o comando da Delegacia Seccional de Jacareí, tendo em vista a cidade em que a ocorrência se deu. Por ordem superior, foi transferido. Segundo o Deinter, o Deic tem competência para apurar crimes de autoria desconhecida de todo o Vale. Os policiais de Jacareí devem continuar colaborando no caso.

Segundo o boletim de ocorrência, o caso foi por volta das 19h de sábado, quando o candidato deixava a casa de amigos na Estrada do Varadouro e teve o carro emparelhado por uma motocicleta ocupada por duas pessoas desconhecidas, que teriam disparado em sua direção.

O candidato do PSL não ficou ferido e os disparos somente teriam atingido o veículo, segundo ele. Depois do ataque, os criminosos teriam deixado o local. Senna acionou a Polícia Militar e se dirigiu para a 2ª Companhia do 46º BPM/I, de onde saiu escoltado para a Polícia Civil.

Em vídeo publicado nas redes sociais neste domingo (25), Anderson disse estar se recuperando junto de amigos e familiares e confiar no trabalho da polícia diante da investigação. 

"Ali a gente sabe que é uma região bastante perigosa, de vários casos de violência, e dessa vez eu fui a vítima. Estou bem, estou em casa, me reestabelecendo", afirmou.

A Polícia Civil informou que o local não possui iluminação pública e câmeras de segurança. No mesmo dia, as equipes foram às ruas de São José e Jacareí para ouvir possíveis testemunhas, além de buscar imagens que pudessem auxiliar na apuração. Até domingo (25), não havia suspeitos.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) não informou o motivo da mudança na condução da investigação, mas confirmou que elas estão em andamento.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.