Com 16.729 registros, São José tem mais 11 mortes pela Covid-19 e sobe para 414

De acordo com a Secretaria de Saúde, foram três mortes no sábado, sete no domingo e uma nesta segunda-feira; vítimas tinham entre 39 e 85 anos

A Prefeitura de São José dos Campos confirmou mais 11 mortes decorrentes do novo coronavírus nesta segunda-feira (21) e, com isso, chegou a 414 moradores que faleceram após a infecção pela doença respiratória. O número de casos também sofreu um acréscimo e chegou a 16.729.

De acordo com a Secretaria de Saúde, das 11 novas mortes, uma aconteceu nesta segunda-feira, sete no domingo (20) e três no sábado (19). O mais recente falecimento foi o de um homem de 73 anos, com comorbidade, que estava no Hospital Municipal.

No domingo, as vítimas foram três homens, de 81, 77 e 39 anos, que estavam no HM. Somente o primeiro tinha comorbidade. No mesmo dia, faleceram quatro mulheres, de 66, 76, 79 e 69 anos, todas com doenças pré-existentes e que estavam no Hospital Municipal.

No sábado, as vítimas foram um homem de 68 anos, que tinha comorbidade e estava no HM, além de duas mulheres, de 61 e 85 anos, também com comorbidade. A primeira estava em um hospital privado e a segunda no Municipal.

CASOS.

O município registrou mais 200 casos desde sábado (19), chegando a 16.729. Do total, são 65 pessoas internadas, sendo 44 na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 21 na enfermaria. Os casos em recuperação somam 5.421 e o número de pessoas que já se recuperaram da doença chegou a 10.829.

Os casos suspeitos são 2.612, com 33 pessoas internadas -- 12 na UTI e 21 na enfermaria. Há ainda 2.576 pessoas em casa e três mortes em investigação.

LEITOS.

A taxa de ocupação dos leitos exclusivos para Covid nos hospitais públicos e privados da cidade é de 45,1% na UTI e 35,2% na enfermaria. Considerando a taxa de ocupação de leitos totais, o número é de 24,8% na UTI e 4,4% na enfermaria.

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.