Após nova avaliação, Estado mantém RMVale na fase laranja do Plano SP

http://www.ovale.com.br |

O governo do Estado de São Paulo anunciou na tarde desta sexta-feira que irá manter, ao menos até 10 de agosto, o Vale do Paraíba e o Litoral Norte na fase laranja do Plano São Paulo.

A decisão foi anunciada durante coletiva de imprensa, mas não deve ser seguida por todas as cidades da região. São José dos Campos, por exemplo, já anunciou que utilizará dos preceitos da fase amarela, menos restritiva, com base em dados da secretaria municipal de saúde.

Para o governo do Estado, o Vale ainda se enquadra na fase laranja em ao menos dois indicadores: internações e óbitos. A variação de casos permitiria um avanço para a fase amarela, e, no caso de ocupação de leitos de UTI e ocupação de leitos para cada 100 mil habitantes, para a fase verde.

Durante a semana, prefeitos da região chegaram a se reunir com representantes do Estado com a alegação de que um erro no sistema de notificação de casos teria influenciado na classificação fornecida ao Vale. Apesar disso, a equipe de João Doria (PSDB) manteve a fase.

A fase laranja permite o funcionamento de estabelecimentos como concessionárias, escritórios, shoppings centers, além do comércio em geral. Já na fase laranja, podem ser abertos também restaurantes, bares, academias e salões de beleza. Todas as reaberturas incluem restrições.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.