Coronavírus se espalha e já atinge 76 bairros em São José

Em duas semanas, número de bairros com pacientes infectados pela nova doença cresceu 68% na cidade

Thaís [email protected]_thaisleite | @jornalovale

O número de bairros com pacientes infectados pelo novo coronavírus cresceu 68% em duas semanas em São José dos Campos. O número, que no dia 17 de abril era 45, saltou para 76 até o dia 30 do mesmo mês.

Os dados, divulgados semanalmente pela prefeitura, são analisados em estudo pelo demógrafo Leandro Becceneri, doutorando em Demografia pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), que aponta um espalhamento de casos em áreas periféricas da cidade. 

"Tudo leva a crer que o vírus entra pelas áreas mais ricas, onde as pessoas viajam, têm contato com pessoas de São Paulo, e começa a se espalhar pelas outras áreas", afirmou. O retrato de avanço da doença é o mesmo observado em outras cidades do mundo.

No período comparado, o número de casos aumentou 70%, passando de 136 para 231. Bairros mais distantes da região central, como o Pinheirinho dos Palmares e o Jaguari, passaram a integrar a lista. O levantamento semanal ainda excluiu locais como o Interlagos e a Vila Adriana, onde entende-se que os pacientes não estejam mais doentes. O Jardim Aquarius e o Urbanova, na região oeste, ainda lideram a rota do vírus, com 15 casos em cada.

"Conforme os casos vão crescendo é uma coisa dinâmica, ao mesmo tempo que alguns entram outros vão saindo", apontou o demógrafo. "É importante destacar que esse mapa é um retrato de uma realidade de mais de 15 dias atrás. Tem o tempo tanto da pessoa manifestar o sintoma, procurar o serviço de saúde, fazer o teste e receber o resultado. Não é um retrato de ontem", continuou.

Em relação à semana anterior, o aumento numérico foi de nove bairros. Já o número de casos passou de 176 para 231 -- crescimento de 31%.

Em mapeamento elaborado por Becceneri, é possível observar um grande número locais com número de infectados inferior a cinco, mas com risco grande risco de mais contaminações. Além do Aquarius e do Urbanova, a doença avança no Bosque dos Eucaliptos, na zona sul, no Jardim das Indústrias, na região oeste, e na Vila Adyana, central. Confira: 

Macaque in the trees
Distribuição. Casos de coronavírus mapeados em São José

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 13 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.