'Fluxos' são desafio na luta por isolamento em São José

Prefeitura vai reforçar fiscalização e trabalho de prevenção para evitar novos encontros e festas entre jovens na cidade

Da redação @jornalovale | @jornalovale

Na luta pelo isolamento social e para que as pessoas fiquem em casa o máximo possível durante o período de pandemia do novo coronavírus, São José dos Campos tem um desafio: os 'fluxos do funk'.

De acordo com a prefeitura, as festas não foram interrompidas, e já voltaram a todas as regiões da cidade, mesmo após operações da Guarda Municipal e da Polícia Militar para coibir.

"A nossa equipe de fiscalização, a equipe da Guarda Civil, percebeu que já houve um relaxamento em relação à questão do isolamento social, nós vamos ser mais rigorosos com a fiscalização, cuidando de evitar esses agrupamentos de pessoas. A gente já viu a volta de fluxos em todos os bairros da cidade, bairros nobres, bairros mais nas pontas da cidade, então nós já mapeamos. Nós vamos estar atentos para evitar que aconteça", disse o prefeito Felicio Ramuth (PSDB), que prevê um reforço na fiscalização e no trabalho preventivo para evitar os bailes.

"Sempre a gente tem que atuar antes de acontecer, depois que tem aquele aglomerado de jovens é muito difícil dispersarmos, então nós vamos fazer isso", destacou.

A luta contra os fluxos não é novidade: dois anos atrás, a prefeitura criou a 'Patrulha do Sossego Público', para fiscalizar perturbações dessa natureza e tentar coibir estese eventos. No ano passado, por exemplo, foram 58 fluxos impedidos e 1.241 multas por som alto aplicadas..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.