Coronavírus faz Santuário colocar imagem original da santa na TV

Imagem de 1717 de Nossa Senhora Aparecida, encontrada nas águas do rio Paraíba, será exibida diariamente pela TV Aparecida; haverá transmissão pelos canais na internet da Basílica; visitação ao nicho segue aberta

Xandu [email protected] | @xandualves10

Sem missas e com a maior parte dos locais de visitação fechados por conta do coronavírus, o Santuário Nacional de Aparecida terá transmissão pela TV da imagem original de Nossa Senhora Aparecida, encontrada no rio Paraíba em 1717.

A santa aparecerá nas orações que a TV Aparecida irá exibir diariamente, sempre às 11h35. Também haverá transmissão pelos canais na internet da Basílica.

Segundo o Santuário, as celebrações serão transmitidas durante o programa "Mensagem de Fé" com o arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, a partir da Capela dos Apóstolos, na Basílica.

O missionário redentorista e diretor de produção da TV Aparecida, padre Mauro Vilela, também participará da reflexão diária, além do reitor do Santuário Nacional, padre Eduardo Catalfo.

De acordo o Santuário, a concessão para a retirada da imagem original de Nossa Senhora do nicho dourado da Basílica é bastante rara.

Desde 1978, quando sofreu um atentado e foi quebrada em mais de 200 pedaços, o Santuário reforçou a proteção da santa, colocando-a no nicho, pelo qual os romeiros podem contemplá-la e fazer suas orações, no entanto à distância.

"A finalidade dessas celebrações de segunda a sexta-feira, para todo o país, é pedir a proteção de Nossa Senhora Aparecida ao povo brasileiro neste difícil momento da pandemia", informou o Santuário.

Segundo a Basílica, a visitação ao nicho de Nossa Senhora segue permitida, mas dentro de regras para evitar aglomerações. "Os romeiros podem visitar a Basílica diariamente, das 6h às 19h. O acesso ao nicho de Nossa Senhora Aparecida permanece livre durante este período", disse a Basílica.

O espaço é monitorado por seguranças, que orientam os devotos em relação à prevenção do coronavírus.

"As práticas de higienização do Santuário Nacional foram ainda mais reforçadas, seguindo todas as orientações das autoridades de saúde."

AÇÕES.

Entre as medidas para evitar a disseminação do coronavírus, o Santuário dispensou das atividades os funcionários com mais de 60 anos ou com doenças crônicas. Há 70 trabalhadores em home Office e 1.100 em férias.

O atendimento ao público na Casa das Velas, Casa do Pão e nas lojas oficiais da Basílica o foi suspenso, o mesmo com a Sala das Promessas, livrarias, serviços e a Secretaria do Batismo. O circuito de visitação (Mirante, Museu e Cúpula) também está fechado, assim como os bondinhos aéreos e Memorial da Devoção. Também está suspensa a visita ao Morro do Cruzeiro, Cidade do Romeiro, Caminho do Rosário e Porto Itaguaçu.

Na Basílica, os elevadores só levam cinco pessoas de cada vez, embora tenham capacidade para transportar 34.

As obras sociais do Santuário Nacional estão suspensas desde 23 de março.

As celebrações da Basílica se transferiram para a TV e as redes sociais, com missas, programas especiais e o Terço da Esperança e da Solidariedade da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), que será transmitido nesta quarta-feira (1), às 15h30..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.