Criança de dois anos é entregue para desconhecida por engano em creche em São José

Uma criança de dois anos foi entregue por engano a uma desconhecida em uma creche na região leste de São José dos Campos. Um boletim de ocorrência foi registrado pela mãe após a menina ter passado mais de uma hora com outra mulher.

O caso foi na quarta-feira (19) no IMI (Instituto Materno Infantil) Armilinda Locatelli de Macedo, na Vila Tesouro. Segundo a mãe da menina, ela chegou para buscar a criança e recebeu a informação de que sua filha não estava mais na creche.

"A creche alegou que alguém havia buscado ela, quando questionei sobre quem seria essa pessoa, me passaram que se tratava de uma babá de uma outra criança, que não sabia quem era a criança que ela estava buscando", contou.

Depois de perceber o engano, a escola teria contatado a babá, que devolveu a menina depois de mais de 40 minutos. A confusão teria ocorrido pela mulher, que buscava a criança pela primeira vez, ter se enganado sobre qual a menina que deveria levar embora.

A mãe aponta negligência na atitude da creche, que teria na lista de autorização somente o seu nome e o nome da avó da menina para buscá-la. Um boletim de ocorrência foi registrado.

OUTRO LADO.

Em nota, a Secretaria de Educação informou que assim que constatou o fato, tomou as providências. "A direção da escola se reuniu com as famílias e esta à disposição", diz nota.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.