MP faz operação para desarticular organização criminosa no Vale

O Ministério Público, por meio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrou na manhã desta sexta-feira (14) uma operação que tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que atua no Vale do Paraíba, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. Na região, Lorena foi apontada como um dos núcleos de tráfico de drogas em grande escala.

De acordo com o Ministério Público, são cumpridos 18 mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça de Lorena, após a denúncia pelo Gaeco. A Polícia Militar dá apoio à operação.

A investigação foi iniciada pela Polícia Federal do Rio de Janeiro, que identificou dois grandes núcleos criminosos, um radicado em Lorena e outro na cidade de Juiz de Fora (MG). Ambos, de acordo com o que se apurou, voltados à prática habitual de tráfico de drogas em larga escala, ao comércio de armas de fogo e à lavagem de dinheiro.

A denúncia aponta que as drogas traficadas pelo grupo criminoso abasteciam a cidade de Ubatuba, Lorena, comunidades no Rio de Janeiro, cidades do litoral sul fluminense, como Paraty e cidades do sul de Minas Gerais.

Durante as investigações, foram realizadas prisões em flagrante de pessoas ligadas ao grupo criminoso e, no seu transcorrer, foram apreendidos aproximadamente 275 kg de drogas, além de sete fuzis de calibre 5,56 mm sem marca, nove carregadores, dois revólveres Rossi, uma pistola israelense 9mm e 960 munições de calibre 5,56 mm. Todo esse armamento era destinado à comunidade da Nova Holanda, localizada no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.