No Vale, 16 cidades têm taxa acima da média da região; 14 reduziram abaixo

REGIÃO. Entre as 39 cidades da RMVale, 16 têm taxa de mortalidade infantil acima da média da região, de 9,63 em 2018, segundo o Seade.

Esses municípios abrigam 62% da população da região, com 1,55 milhão de habitantes.

Entre eles está São José dos Campos, cuja taxa é de 10,71 mortes de crianças abaixo de 1 ano para cada grupo de mil nascidas vivas. Outras são Taubaté (10,13), Pindamonhangaba (10,85) e Caraguatatuba (10,34). A maior taxa do Vale é a de Arapeí, com 52,63.

Outros 14 municípios têm taxa de mortalidade abaixo da média da região, como Campos do Jordão (9,26), Guaratinguetá (9,13), Jacareí (7,77) e São Sebastião (6,28). A menor taxa da região é a de Aparecida (4,6).

Em nove cidades da região a Fundação Seade não tem dados da taxa de mortalidade, como Areias, Monteiro Lobato e São Luiz do Paraitinga. Esses municípios abrigam 2,45% da população do Vale..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.