Vale gera 5.269 empregos em 2019, melhor resultado dos últimos 7 anos, aponta Caged

Serviços foi o setor da economia que mais gerou novos postos de trabalho na região, com saldo de 2.849 empregos. Comércio vem a seguir, com 1.982, depois a construção civil (993) e a administração pública (305)

O Vale do Paraíba fechou 2019 com o maior saldo de emprego com carteira assinada em números absolutos desde 2012, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados nesta sexta-feira.

A região gerou 5.269 novas vagas de emprego no ano passado, 2.409 postos a mais do que o saldo de 2018, que teve 2.860 novos empregos. O crescimento foi de 84%.

No entanto, o mês de dezembro de 2019 terminou com saldo negativo de 2.339 empregos, interrompendo ciclo positivo de cinco meses seguidos de geração de vagas no Vale, o que não ocorria desde maio de 2018.

Serviços foi o setor da economia que mais gerou novos postos de trabalho na região em 2019, com saldo de 2.849 empregos. Comércio vem a seguir, com 1.982, depois a construção civil (993) e a administração pública (305).

Na contramão, a indústria fechou o ano com o corte de 430 empregos, o que também ocorreu no setor da agropecuária (-187), serviços industriais de utilidade pública (-165) e na mineração (-78).

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.