Morador do Vale é detido no Peru por atentado contra o patrimônio em Machu Picchu

Um brasileiro e outros cinco estrangeiros foram presos no Peru por atentado contra o patrimônio histórico em Machu Picchu. O homem, que é de Lorena, deve ser expulso do país junto com o restante do grupo.

Segundo publicações de Cuzco, eles teriam entrado ilegalmente no Templo do Sol, em área restrita por questões de segurança, danificando o local com a queda de uma pedra de seis metros de altura, além de um dos integrantes ter defecado no local.

O brasileiro de 30 anos, que estaria em situação imigratória ilegal, deverá ser proibido de voltar ao país por três ou quatro anos, assim como os estrangeiros -- cidadãos de Argentina, Chile e França. Eles irão responder por crime contra o patrimônio, e o caso está sendo investigado pelo Ministério Público local.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.