Inscrições para conjunto habitacional vão ser abertas esse mês em Taubaté

Com doação de lotes pelo município, conjunto com 640 casas será construído no Quinta das Frutas, no bairro São Gonçalo; renda familiar deve ser entre R$ 1.500 e R$ 6.999,99

Da redação @jornalovale | @jornalovale

O governo Ortiz Junior (PSDB) deve abrir até o fim desse mês as inscrições para o conjunto habitacional que será construído no Quinta das Frutas, no bairro São Gonçalo. O empreendimento, que terá 640 casas, foi batizado de Residencial Vale dos Bandeirantes.

Os interessados devem preencher os seguintes requisitos: residir em Taubaté há 5 anos ou mais; não ter imóvel em seu nome ou nome do cônjuge; não ter sido beneficiado anteriormente em programas habitacionais; ter renda familiar entre R$ 1.500 e R$ 6.999,99.

Os lotes ficam em uma área de 188 mil metros quadrados, avaliada em R$ 59,9 milhões. Eles serão doados pelo município. A construção será financiada pela Caixa Econômica Federal, a um custo estimado de R$ 133 mil por casa (R$ 85 milhões, no total). "[Os contemplados] terão que suportar apenas o pagamento das construções. Os lotes serão doados, e esse valor não será agregado ao valor final a ser suportado pelos interessados", disse o diretor de Habitação, Gerson Muhlbauer.

Inicialmente havia a previsão de isenção de taxas da prefeitura, como a cobrada para aprovação de projetos, e de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) durante a obra e também por mais um ano após o fim da construção, mas essa medida foi retirada pela Câmara durante o processo de aprovação da lei que autorizou a doação dos lotes.

No ato da inscrição os interessados deverão apresentar os seguintes documentos: documento de identificação (RG ou CNH) e CPF; comprovante de endereço; NIS com folha resumo; certidão de nascimento ou casamento; carteira de trabalho e número do PIS; três últimos holerites; extrato do FGTS atualizado; extrato bancário dos últimos três meses; declaração do Imposto de Renda; e demonstrativo da fatura do cartão de crédito. Até 10% das unidades (64 lotes) serão destinadas a agentes de segurança, 5% (32 lotes) para idosos e 7% (44 lotes) para pessoas com deficiência, restando 500 lotes para os interessados em geral.

Segundo o último balanço, 2.105 pessoas estão inscritas no programa habitacional do município. Na campanha de 2016, Ortiz prometeu construir 1.000 novas moradias no município, mas esse é o primeiro projeto habitacional desse segundo mandato do tucano..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.