Grupo faz ato sobre o Dia dos Direitos Humanos no Paço em São José

Um grupo de moradores fez um ato sobre o Dia dos Direitos Humanos na tarde desta terça-feira (9) no Paço de São José dos Campos.

O movimento aconteceu no térreo da sede do Poder Executivo, onde foram cobradas melhorias na área de habitação. Segundo integrantes da manifestação, a principal pauta foi a necessidade de regularização fundiária do Banhado.

Ao fim, fora protocolado um documento com situações consideradas como urgências à área de moradia, tais como a abertura de um canal de negociação com as famílias que saíram das áreas de risco e que estão morando em conjuntos habitacionais da CDHU, e que apontam valores altos nas prestações; uma audiência pública para apresentação do estudo de macrodrenagem, além de que bairros irregulares ou núcleos informais sejam classificados na nova lei de zoneamento como ZEIS (Zona Especial de Interesse Social).

O documento ainda pede pela reativação da secretaria de regularização fundiária, reativação da secretaria de habitação e retomada da produção de habitação de interesse social, Plano Municipal de Regularização Fundiária, Regularização de vias do bairro Chácaras Araújo e a discussão da ação judicial que permitiu a construção da via cambuí em trecho da Vila Nova Tatetuba.

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.