Alvo de ataque, Paço de São José só vai ter laudo dos bombeiros em 2020

É o prazo que a empresa Ramos Prevenção e Combate a Incêndios terá para fazer as adequações exigidas pelos bombeiros, responsáveis pela fiscalização; obras foram iniciadas em 21 de outubro e têm previsão de seis meses

Xandu [email protected] | @xandualves10

Alvo de ataque na última sexta-feira, quando um homem tentou atear fogo na recepção do terceiro andar, o Paço Municipal, sede da Prefeitura de São José dos Campos, só terá o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) após abril de 2020.

É o prazo que a empresa Ramos Prevenção e Combate a Incêndios e Pânico Eireli, vencedora da licitação, terá para fazer as adequações exigidas pela corporação.

Somente após as obras é que os bombeiros farão a vistoria para concluir o laudo, e concedê-lo à prefeitura.

Segundo o governo, as obras foram iniciadas em 21 de outubro, com previsão de seis meses para serem executadas. O custo é R$ 618,7 mil.

O prédio da prefeitura não tem laudo de vistoria dos bombeiros pelo menos desde agosto de 2017, quando a falta de documento foi constatada por OVALE.

Naquele ano, a prefeitura realizou um simulado de evacuação do prédio como uma das exigências para obter o laudo dos bombeiros.

A previsão era de obter o alvará da corporação no primeiro semestre do ano passado, o que não se confirmou.

A exigência do laudo ganhou repercussão no país após o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que matou 242 pessoas em janeiro de 2013. A casa de shows funcionava com o certificado vencido.

Para obter o documento, serão executados serviços no Paço para melhorar a capacidade do prédio contra incêndios e os equipamentos para combatê-los.

ALTERAÇÕES.

Portas comuns serão trocadas por portas corta fogo, serão instaladas barras antipânico, com troca de corrimãos, alteração nos abrigos dos hidrantes e mangueiras, instalação de sinalização de emergência, central de alarme, detectores de fumaça, fita antiderrapante e melhorias nas instalações elétricas.

Nesta segunda-feira, o Paço e a Secretaria de Gestão Habitacional e Obras, que fica no terceiro andar, funcionaram normalmente.

Na última sexta-feira, um homem de 52 anos jogou gasolina e tentou atear fogo, mas foi detido por guardas civis municipais..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.