Logo Jornal OVALE

Prefeitura de São José rebate acusação de novo radar no Anel Viário

http://www.ovale.com.br |

A prefeitura de São José dos Campos rebateu a uma acusação de ter instalado um novo radar em um trecho do Anel Viário, onde a velocidade máxima permitida é de 60 km/h.

Segundo as acusações, a Secretaria de Mobilidade Urbana teria reduzido a velocidade máxima permitida, antes estabelecida em 80 km/h, e, ainda, instalado um novo radar no ponto, com a finalidade de lucrar com a arrecadação de multas.

Por outro lado, a prefeitura afirmou que a velocidade no trecho é de 60 km/h há anos, e, que neste fim de semana, fora registrado o décimo acidente na curva no ano de 2019. Após o dano, fora estudado o deslocamento de 350 metros de um radar já existente na via.

Confira a nota da prefeitura na íntegra:

Este trecho do Anel Viário é composto por uma curva sinuosa com velocidade regulamentada de 60km/h. Desde que a via foi liberada para o tráfego, há muitos anos, a velocidade neste trecho é de 60km/h, retornando a 80km/h após a curva.

No último final de semana (08/09/19) foi registrado o DÉCIMO acidente nesta curva somente em 2019, todos com danos ao patrimônio público e risco à vida.

Desta forma, foi identificado que apesar da regulamentação de velocidade de 60km/h ser antiga e estar totalmente visível, estava ocorrendo um desrespeito por parte de alguns condutores, o que demanda um esforço de fiscalização.

Na data de ontem (09/09/19) foi iniciado o trabalho de melhoria das condições de segurança do local, que é composto pelo reforço da sinalização e deslocamento do radar que estava posicionado a cerca de 350m antes do novo ponto (acesso à R. Turquia).

Os serviços estão programados para serem concluídos até o final desta semana.

Após a conclusão do deslocamento do radar e da adequação da sinalização, o equipamento funcionará de forma educativa por 30 dias.

Com relação ao tipo de equipamento utilizado, trata-se do mesmo padrão de equipamento utilizado no município. A foto que circula nas redes sociais de um suposto radar fixado no viaduto não é verídica, trata-se de um refletor utilizado para a iluminação do viaduto.

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.