Logo Jornal OVALE

RMVale tem menor taxa de mortes violentas desde 2008, revela Estado

Queda foi de 12,14% na quantidade de vítimas de homicídio e de 38,46% na de latrocínios. No total dos dois crimes, a retração foi de -13,70%; comandante da Polícia Militar declara que inteligência e integração reduziram índices

Xandu [email protected] | @xandualves10

A RMVale registrou de janeiro a julho deste ano 189 pessoas assassinadas, com 181 vítimas fatais em homicídios dolosos e oito em latrocínios (roubo seguido de morte).

É a menor quantidade de mortes violentas na região desde 2008, quando foram registradas 153 mortes em homicídios e 17, em latrocínios. Os dados foram divulgados pela SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública).

Houve redução na comparação com o ano passado, que encerrou os sete primeiros meses com 219 pessoas assassinadas (206 por homicídio e 13 em latrocínios).

Na comparação entre os dois anos, a queda foi de 12,14% nas vítimas de homicídio e de 38,46%, nas de latrocínios. No total dos dois crimes, a retração foi -13,70%.

Porém, nem mesmo a queda tirou do Vale do Paraíba a liderança do ranking da violência no interior de São Paulo. O Vale segue bem à frente das outras regiões.

Campinas encerrou os sete primeiros meses do ano com 168 mortes, 21 a menos do que o Vale. Ribeirão Preto registrou 133 assassinatos e Sorocaba, 100 mortes violentas.

Todas as outras regiões do estado tiveram menos do que 98 vítimas de homicídio e latrocínio nestes sete meses.

No Vale, o mês de julho registrou o segundo menor número de vítimas de homicídio do ano, com 21 mortos, equivalente ao mês de fevereiro e só superado por maio, com 18 vítimas fatais.

Outros crimes também caíram no Vale neste ano na comparação com 2018: roubo geral (-17,94%) roubo de veículo (-18%) e furto de veículo (-8,44%). Furto aumentou 2%.

O estado encerrou o período de janeiro a julho com 1.655 vítimas de homicídio, queda de 9,61% ante 2018 (1.831), e 106 de latrocínio, recuo de 34,16% para as 161 vítimas dos sete meses do ano passado..