Logo Jornal OVALE

Trabalhadores aprovam acordo na Tenaris Confab para demissão voluntária

Programa ORA (Oferta de Rescisão por Acordo) é resultado de dois meses de negociação; excedente é de 120 trabalhadores

http://www.ovale.com.br |

Os trabalhadores da Tenaris Confab, em Pindamonhangaba, aprovaram na tarde dessa quarta-feira (17) um acordo inédito, semelhante a um plano de demissão voluntária, para evitar demissões em massa na unidade Tubos, no bairro Cidade Nova. O excedente é de 120 pessoas.

A Tenaris Confab emprega cerca de 1.000 trabalhadores nessa unidade na fabricação de tubos de aço para o setor petrolífero.

O modelo criado se chama ORA (Oferta de Rescisão por Acordo), que valerá apenas para trabalhadores horistas. Nesse modelo, os trabalhadores foram divididos em quatro grupos, conforme o estado de saúde de cada um e o vínculo de sua doença com o trabalho.

Trabalhadores com estabilidade de emprego já reconhecida pela Justiça poderão receber um salário base por cada ano de trabalho mais 1,5 salário para cada ano que faltar para completar 65 anos de idade ou 35 anos de contribuição.

O prazo para adesão será de 14 dias, a contar da quarta-feira. Atingindo a meta de 50 adesões a empresa também irá pagar convênio médico por um ano após a rescisão.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Herivelto Vela, o acordo é resultado de dois meses de negociação após uma greve realizada em maio, quando a empresa afirmou que não poderia fazer uma nova etapa de layoff.

 

“Foi uma proposta construída que só foi possível pela mobilização dos trabalhadores. Foi assim que conseguimos segurar esses empregos nesses dois meses e evitar demissões em Pinda. É um valor considerável para quem aderir. Torcemos para que novas obras se confirmem e a produção melhore”, disse Vela.

Procurada, a Tenaris Confab confirmou a medida.

"A Tenaris irá adotar um programa de desligamento incentivado para funcionários do público operativo, denominado Oferta de Rescisão por Acordo, com o objetivo de adequar o quadro de funcionários à situação atual da carteira de produção”, informou, em nota.

“O acordo engloba o pagamento de obrigações legais, além de benefícios específicos, e os interessados poderão fazer o pedido de adesão no período de 22/07 a 02/08. A empresa irá analisar todos esses pedidos e não limitou o número de vagas.”