Logo Jornal OVALE

Promessa desde 2015, PDUI é foco do novo comando da Agemvale

Plano, desenvolvido pela gestão passada, passa por avaliações do novo comando antes de ser licitado pela autarquia

Thaís [email protected]_thaisleite | @_thaisleite

Prometido desde o nascimento da Agemvale (Agência Metropolitana do Vale do Paraíba), em 2015, o PDUI (Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado) deve finalmente sair do papel.

Essa é a promessa do novo diretor executivo da Agência, Sérgio Theodoro, que afirma que o Plano está próximo de ser apresentado ao secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o que deve ser seguido do processo licitatório. O trâmite deve ocorrer dentro de três meses.

"Está praticamente pronto. A gente só precisa checar agora se ele está em consonância com o guia metropolitano, porque o Ministério Público pede que sejam seguidas as regras do plano metropolitano", disse Theodoro em entrevista a OVALE e a SPRio.

O diretor informou que, até o momento, não discutiu questões orçamentárias com o secretário, mas que lhe foi garantido que deve ter os recursos necessários para a implantação do PDUI. Neste ano, a projeção orçamentária para a Agemvale é de R$ 2.309.137, 20% a menos do que foi prometido no ano passado. O projeto sob avaliação foi desenvolvido pela gestão passada, que alegou não ter tido tempo para a fase de contratação do projeto. "Acho que seria inteligente aproveitar o trabalho", afirmou Sérgio.

A implantação do PDUI, que deve definir o norte do desenvolvimento regional, deve ser seguida das Câmaras Temáticas, outra promessa da Agência Metropolitana..