Ideias

CARTAS

Publicado em 17/04/2021 às 02:00Atualizado há 24/07/2021 às 02:26

BRIGA POR CULTOS

Uma vergonha o Advogado-Geral da União, André Mendonça, acostumado a querer investigar todos que criticam o governo, dizer que os cristãos estão dispostos a morrer para garantirem a liberdade de culto, mesmo com mais de 330 mil mortes. Dentre elas, milhares de cristãos, que perderam suas vidas por falta de vacinas e atendimentos no hospitais. O que eles querem mesmo é enfiar milhares de pessoas dentro das Igrejas, Templos, seja de que lado seja, Universal, Católica, Evangélicas, um amontoado de fieis que correm o risco de saírem contagiados pelas aglomerações, correndo um risco maior ainda e irem parar nos hospitais, macas e ambulâncias. Ele poderia ter recorrido ao Inri Cristo, que reside em Alto Paraíso, para uma consulta com o Pai, se pode ou não aglomerar. Por sorte o STF, proibiu esse tipo de cultos em tempos de pandemias para atenderem os governadores e prefeitos que sentem na pele o aumento das mortes no Brasil, que o Governo Federal insiste em negar a pandemia e a falta de vacinas, que também foi descartada no início. Com tristeza pelos que perderam a vida, milhares deles cristãos que não foram lembrados pelo Andre Mendonça, enquanto ministro.

José Pedro Naisser

Curitiba-PR

KAJURU E BOLSONARO

Boca mole que fala só o que não deve, agora Jair Bolsonaro se complica, com a divulgação de um áudio gravado pelo senador Jorge Kajuru, que estarrece o país! Quando o presidente solicita ao senador que faça um movimento para impeachment de membros do STF. Pede também, que Kajuru, convença o senado para que inclua nesta explosiva CPI da Pandemia, governadores e prefeitos. Também reclama dessa CPI, que é só para lhe atingir. E, desconsertado com a decisão do ministro do Supremo, Luiz Roberto Barroso, que de forma liminar autoriza a instalação imediata da CPI da Covid-19, disse que, "sairia na porrada" com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) autor desta ação no STF. Porém, deixa o mundo político indignado, além, do ministro Marco Aurélio de Mello, que se diz perplexo com essa fala do presidente! Na realidade Bolsonaro, em 26 meses de mandato vem cavando sua própria cova. E a pá de cal, é a sua indiferença com essa pandemia com os mais de 350 mil brasileiros mortos pela covid-19. E, nada do que prometeu consegue cumprir. Apenas a façanha de tornar o Brasil, num pária do meio ambiente e desta pandemia. E, como o país, clama por transparência nas nossas instituições, o senador Kajuru, fez sua parte, no qual, com esse áudio divulgado escancara de vez a falta de pudor institucional do presidente da República.

Paulo Panossian

São Carlos-SP

VACINAÇÃO

Fico impressionado com a falta de planejamento dos servidores da saúde em nosso município e a falta de atenção com o munícipe. O governo anunciou, que a partir de 29 de abril, será iniciada a vacinação da Covid da população com 63 a 65 anos e, no dia 6 de maio, na população de 60 a 62 anos. Já para a vacinação contra o H1N1, vírus que também é uma das principais causas de mortes nessa faixa etária, o calendário prevê o início em 15 de maio. A pessoa dessa idade que for vacinada dia 6 de maio, terá que esperar 21 dias para tomar a segunda dose, o que acontecerá dia 27 de maio, depois disso, ainda terá que esperar mais 15 dias para ser vacinado contra o H1N1, ou seja, somente dia 15 de junho poderá ser vacinado. No início de junho e, quando temos uma maior incidência de infecção pelo vírus H1N1 por ser uma época de transição de estação. Preocupado com esse fato, entrei em contato com a UBS de São Francisco Xavier e com a Secretaria Municipal de Saúde, para verificar se eles poderiam corrigir o calendário e adiantar a vacinação da H1N1 para essa população, já que temos quantidade suficiente de vacina H1N1 para imunização da população. Com isso, certamente iriamos conseguir prevenir internações por síndrome gripal, livrando leitos para os infectados pela Covid. Porém, a "burocracia" municipal, prevaleceu e, a resposta foi que, não poderiam mexer no calendário de vacinação, ou seja, preferem não vacinar essa população, cumprindo uma determinação interna correndo assim, o risco de ver aumentar o número de pessoas idosas nos internados nos hospitais por infecção de H1N1. Um verdadeiro absurdo administrativo. Nesse caso acho que falta bom senso ao administrador. Está na hora dos servidores descerem do salto e ouvirem mais a população. Não e porque prestaram concurso, que sejam seres superiores e que, somente o que sai da cabeça deles e bom pra todos. Eles estão no serviço público para servir a população e, devem aprender a ouvir, e não apenas escutar, pois isso certamente pode fazer uma enorme diferença na vida das pessoas.

Valdecir Ginevro

São José dos Campos

Assuntos

LEIA MAIS

O que Deus pensa sobre as mulheres?

16/10/2021 - 15:37

16/10/2021 - 00:04

16/10/2021 - 00:01

VER MAIS
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: