FINAL FELIZ PARA UM MAU GOVERNO

Luiz Paulo Costa Jornalista e escritor |

Uma boa parte dos brasileiros ainda acredita que basta a força de vontade do eleito para um bom governo. Voluntarismo não basta! É preciso aliar o poder de articulação política para governar. Evidencia-se que Jair Bolsonaro não tem condições de articulação política, a não ser com os mesmos métodos que já levaram outros eleitos ao impeachment, mau governo ou até à cadeia.

Acrescente-se que o seu autoritarismo pode levar o país para uma ruptura institucional anunciada pelo seu filho, o número 03. Vejamos o que já falou: Eu sou a Constituição! Eu sou o chefe supremo das Forças Armadas! Eu quero todo mundo armado! E no entorno do "projeto piloto" de Brasília, acampamento com 300 bolsonaristas, lembrando Mussolini ou Chaves, alguns armados "para proteção dos acampados", alimentam atos por "intervenção militar" contra o Congresso e o STF.

De nada valem declarações de amor à democracia e às liberdades com atos a que comparece mesmo contrariando orientações sanitárias contra a covid-19. E ameaça com o artigo 142 da Constituição convocar as Forças Armadas, sem ler, no entanto, artigos precedentes da Defesa do Estado e das Instituições Democráticas. Mesmo decretando o estado de defesa ou de sítio para restabelecer a paz social por grave instabilidade institucional, depende da aprovação do Congresso Nacional para sua execução.

Um final feliz resta ao presidente Jair Bolsonaro: a renúncia e posse do vice Hamilton Mourão, melhor preparado para terminar o mandato popular..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.