CARTAS

COLAPSO ECONMICO

Obviamente no o Covid-19 o nico responsvel desse colapso. Enfrentamos uma crise atrs da outra e infelizmente j nos acostumamos. Nos adaptar o que aprendemos no nosso pas para sobreviver, pois ainda vivemos uma grande desigualdade social, alimentada pela enorme onda de corrupo e pela ineficincia. Como ento sobreviver a tudo isso? nesse momento que iniciativas de diversos setores da sociedade impulsionam nosso pas, que vive mergulhado na esperana, aguardando um salvador da ptria. No existe o salvador, esse somos ns, somos a fora que move a engrenagem. Ainda h muito o que aprender e talvez um dia tenhamos mais equidade, pois muito fcil falar da fome, sem ter passado por ela. Dizer eu imagino sem ter vivido, distante. Afinal, ento por que estamos assim? Porque chegamos aqui sem o olhar do amanh, vivendo uma corrida de 100 metros, sem perceber que se trata de uma maratona e que essa pede regularidade e equilbrio. Vamos superar esse momento, sem dvida, mas ainda teremos ventos fortes pela frente!

Carlos Eduardo Arcanjo

So Jos dos Campos

CASO DE POLCIA

A nossa sociedade merece uma resposta do Planalto, do por que, 73,2 mil militares das Foras Armadas, receberam o auxlio emergencial de R$ 600, que sero pagos em quatro parcelas destinado exclusivamente a trabalhadores informais e desempregados? Que j nesta primeira e indevida parcela que milhares de militares receberam geraram um rombo de mais de R$ 42 milhes aos cofres pblicos. caso de polcia! E o TCU (Tribunal de Contas da Unio) em boa hora vai pedir auditoria! Porm, como o presidente morre de amores pelos militares, ter o dedo de Jair Bolsonaro, ou do ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni, nesta descoberta desabonadora de autorizao deste pagamento parte da corporao? J que a percepo entre os tcnicos do governo, que houve afrouxamento de controles para que fosse materializado esse benefcio aos militares. E, se considerarmos que as Foras Armadas, na ativa contam com quase 330 mil membros, esses 73,2 mil militares que receberam os R$ 600, significam 22% de toda corporao. Ou seja, no foi um erro insignificante. O fato grave!

Paulo Panossian

So Carlos-SP

VOTO NICO

Essa coisa de se fazer uma eleio a cada dois anos extremamente prejudicial para o Brasil do ponto de vista econmico. Voc j se perguntou quanto isso custa nao? Realmente acredita que a democracia estar em jogo se transferirmos as eleies de outubro prximo para 2022? Se tanto vereadores quanto prefeitos foram legitimamente eleitos, no seria 'golpe', mas apenas uma extenso circunstancial dos mandatos. Situaes excepcionais requerem medidas excepcionais e o covid-19 mudou toda a logstica! Alm do que, temos que acabar com essa mamata do poltico que se elege para um mandato e antes de termina-lo tenta outro sem correr o risco de perder a boquinha, ou daquele que acaba assumindo um cargo para o qual no foi eleito. Se mudarmos para uma eleio a cada quatro anos - num voto nico para presidente, deputado federal e estadual, senadores, prefeitos e vereadores - economizaramos um oceano de dinheiro e obrigaramos os polticos a um maior compromisso com o cargo para o qual foram verdadeiramente eleitos pois no poderiam mais abandonar o barco sem se afogar.

Joo Manuel Maio

So Jos dos Campos

TRANSPORTE PBLICO

Fico impressionado com a falta de planejamento de nossos homens pblicos. Estamos em plena pandemia do Covid-19 com as autoridades de sade recomendando, como medida preventiva propagao vrus, que todos fiquem em casa e, se precisar sair, que evitem aglomeraes e o contato prximo com outras pessoas. Acontece que estamos em um isolamento parcial, e muitas pessoas no podem deixar de trabalhar e, diariamente saem de casa, se utilizando de transporte publico para sua locomoo, encontrando uma frota reduzida e, consequentemente, coletivos lotados, sem nenhum distanciamento entre as pessoas. Isso esta acontecendo, pois os secretrios municipais, preocupados com o lucro das empresas de transporte, resolveram diminuir a frota de nibus nos municpios, alegando que o numero de passageiros diminuiu. Um verdadeiro absurdo, pois pelo contrario, a frota em circulao deveria ser aumentada para transportar os moradores que precisam se deslocar, de maneira descente, com todos sentados, sem aglomerao. Isso mostra a falta de sensibilidade desses gestores que se esquecem de quem realmente banca o sistema e, somente se preocupam com o bem estar das empresas que lucram e sempre querem mais. Acho que no o momento de visar lucro. As prefeituras devem urgentemente restaurar a frota do transporte pblico ou, at aumenta-la para que ela no se torne um vetor de contaminao em diferentes reas da cidade.

Valdecir Ginevro

So Jos dos Campos

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 23 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.