Bayern de Munique e PSG reeditam última final da Liga dos Campeões

Gazetapress | @jornalovale

Nesta quarta-feira, Bayern de Munique-ALE e PSG-FRA se enfrentam às 16h (de Brasília), na Allianz Arena, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. O confronto é a reedição da decisão da última temporada desta competição.

O Bayern de Munique continua como uma das mais poderosas do continente. No entanto, os alemães terão um desfalque de peso. O atacante Robert Lewandowski está fora da partida, lesionado.

O técnico Hansi Fkick projetou o duelo e não vê muita diferença da final da Champions. Na ocasião, os alemães levaram a melhor.

- É um novo jogo e o Paris tem uma nova equipa com um novo treinador. Mas, no geral, não mudou muito desde a final do ano passado. Precisamos de estar bem organizados na posse de bola. Se perdermos o bola, temos de os poder colocar rapidamente sob pressão novamente - disse.

Do outro lado, o PSG vai a campo pressionado pelo derrota para o Lille na Ligue 1. Além disso, os franceses terão pela frente seu algoz na Champions passada.

O técnico Maurício Pochettino se mostrou confiante para sair deste duelo com a classificação.

- A última temporada foi uma final. Agora é diferente, é uma disputa de duas pernas. Não se trata de vingança, mas de um desafio, é sempre um desafio vencer uma equipe tão forte quanto o Bayern. Estamos jogando contra os campeões da Europa e do mundo. Nós os respeitamos, mas acreditamos na nossa capacidade e viemos aqui para vence - declarou.

Para esta partida, Pochettino vai poder contar com o brasileiro Neymar. O jogador foi muito critivado pela imprensa francesa após a derrota no fim de semana pela expulsão e confusão com o zagueiro Djaló, do Lille.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido, assistido, curtido e compartilhado. São mais de 23 milhões de visualizações por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação da edição impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.