Meninas da Águia estreiam com derrota contra o Inter no Brasileirão

Marcos Eduardo Carvalho | [email protected]

O São José estreou com derrota no Campeonato Brasileiro Feminino de Futebol. Neste domingo, perdeu para o Internacional por 2 a 0, no estádio do Vale, em Novo Hamburgo, Grande Porto Alegre. Também foi a primeira partida oficial sob comando do técnico Adilson Galdino, que retorna ao time após cinco temporadas - ele foi campeão mundial em 2014 com as joseenses.

Agora, o time da região volta a jogar na quinta-feira, quando recebe o Cruzeiro, a partir das 19h, no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos.

No primeiro tempo, as Meninas da Águia foram completamente dominadas pelas gaúchas. Não conseguiam sair da defesa e o Internacional criava várias oportunidades. Mas o gol acabou saindo de bola parada. Aos 33min, em cobrança de falta na entrada da grande área, Djeni colocou no canto esquerdo da goleira joseense Zany, que nada pôde fazer.

O Inter começou melhor e, aos 42min, veio outro gol de falta. Desta vez, em cobrança na altura do prolongamento da grande área, pela esquerda, Byanca Brasil chutou cruzado, tentando levantar na área, a Zany estava adiantada e a bola entrou no canto esquerdo, alto, ampliando a vantagem.

No segundo tempo, o São José voltou com nova postura e logo no primeiro minuto já criou boa chance de gol, chutando por cima da goleira adversária. Outra grande chance veio aos 16min, quando Geisi recebeu pela direita e, na altura da marca do pênalti, chutou para o gol, mas desequilibrada, a bola foi para a linha de fundo.

Porém, o tempo foi passando e o gol não saía. E o Inter começou a controlar melhor a partida, evitando a pressão da Águia. Assim, o placar ficou inalterado.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.