Pintou sete: São José perde mais uma pelo NBB

Marcos Eduardo Carvalho | [email protected]

O São José completou a sétima derrota na temporada 2019/2020 do NBB (Novo Basquete Brasil). Na noite desta terça-feira, perdeu para o Corinthians por 103 a 92, no ginásio Wlamir Marques, em São Paulo, pela primeira rodada do segundo turno.

No primeiro jogo do ano, o time comandado pelo técnico Paulo Cézar Jaú voltou a cometer os velhos erros e bate o negativo recorde de sete derrotas seguidas, a pior sequência da história do time dentro da competição, desde 2008.

Nesta noite, a atuação inspirada foi do ala Ricardo Fischer, do time alvinegro, com incríveis 31 pontos feitos. Ele, que foi campeão paulista em 2012 pelo São José, foi o cestinha da partida. O dominicano Morillo, com 21, foi o principal pontuador do time joseense.

Com o resultado, o Corinthians segue em oitavo lugar, agora com 9 vitórias e 7 derrotas. Para o São José, foi a 13ª derrota no campeonato, com apenas 3 vitórias. Os joseenses seguem em 14º lugar, fora da zona de classificação para os playoffs entre os 12 primeiros.

Agora, o time da região volta a jogar na sexta-feira, quando recebe o Bauru, a partir das 21h10, no ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos.

O JOGO.

No primeiro quarto, a defesa joseense teve uma atuação muito ruim. Se por um lado Mariani foi eficiente no ataque, com 10 pontos e 100% de aproveitamento, na defesa o time foi mal e levou 34 pontos, com os corintianos fechando em 34 a 22.

No segundo quarto, o São José conseguiu acertar a marcação e equilibrou o jogo. Teve até algumas jogadas rápidas e bem trabalhadas, mas não conseguia se aproximar do marcador. Venceu o período por 19 a 18, mais foi para o intervalo perdendo por 11 pontos de diferença: 52 a 41.

No terceiro quarto, o São José ficou 16 pontos atrás em determinado momento, chegou a reduzir para apenas sete, mas não conseguiu mais do que isso. E o Corinthians novamente abriu 11 pontos no final do período: 78 a 67.

Nos últimos dez minutos, os joseenses começaram com tudo e fizeram nove pontos seguidos, voltando a acreditar na vitória ao reduzir a desvantagem para dois pontos logo de cara. Porém, o time voltou a errar, não conseguiu manter o mesmo ritmo e logo o Corinthians ampliou de novo para 11 pontos.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.