São José é atropelado em casa pelo Minas no NBB

Marcos Eduardo Carvalho | [email protected]

O São José perdeu mais uma no NBB (Novo Basquete Brasil). Nesta sexta-feira, recebeu o Minas Tênis Clube, no ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos, e levou 109 a 93, pela 12ª rodada da primeira fase da competição, onde conseguiu fazer apenas um bom primeiro quarto, mas depois viu o adversário deslanchar.

Com o resultado, o time da região, comandado pelo técnico Paulo Cézar Jaú, segue em antepenúltimo lugar entre os 16 times, com três vitórias e nove derrotas. Já o Minas está em nono lugar, dentro da zona de classificação entre os 12 primeiros colocados.

O duelo desta noite foi o último de uma série de quatro partidas seguidas do São José diante da torcida. O balanço foi de apenas uma vitória e três derrotas. Agora, parte para quatro partidas como visitante.

Agora, os joseenses voltam a jogar na outra segunda-feira, dia 16, contra o vice-líder Flamengo, no Rio de Janeiro, a partir das 20h.

O primeiro quarto foi bastante movimentado, com bom aproveitamento ofensivo das equipes. O São José foi mais feliz nos arremessos de três pontos e abriu oito de vantagem: 31 a 23. 

No segundo quarto, o Minas voltou disposto a reduzir a vantagem. E conseguiu em pouco mais de um minuto, diminuindo para dois pontos, chegando ao empate em seguida. Os mineiros passaram à frente do placar e comandaram o período. Assim, o São José foi para o intervalo em desvantagem de seis pontos: 54 a 48.

Depois do intervalo, os joseenses voltaram apáticos. Não conseguiram reagir no terceiro quarto, tinham dificuldades em penetrar no garrafão e viram o Minas abrir 13 pontos de vantagem: 86 a 73. Nos últimos dez minutos, o São José novamente não teve forças. Até diminuiu para nove pontos em determinado momento, mas não conseguiu manter a reação.

O experiente Alex Garcia, do Minas, foi o principal destaque do jogo. Aos 39 anos, ele ainda fez um double-double (dois dígitos em dois fundamentos), com 19 pontos e 12 assistências. Scott também fez 19 pontos para os mineiros. Rafa foi o principal cestinha do São José, com 17 pontos.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.