Logo Jornal OVALE

FICOU PESADO PARA O BOLSO DO CORINTHIANS

BRASILEIRO. PROCURADORIA COBRA DVIDA DE R$ 566 MILHES EM IMPOSTOS DEVIDO PELO TIMO

Gazetapress @jornalovale | [email protected]

A PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional) cobra o Corinthians em mais de R$ 566 milhes em impostos, de acordo com uma reportagem publicada pela Folha de S.Paulo nesta tera-feira. O jornal teve acesso ao extrato e o valor ultrapassa a receita lquida do clube registrada em 2018 (R$ 446 milhes).

A origem e a data das cobranas, porm, no foram detalhadas, apenas foi informado que so de origem tributria (Imposto de Renda, Contribuio Social sobre o Lucro Lquido, PIS e Cofins). vlido lembrar, ainda, que o alvinegro fechou o ano com dficit de R$ 18 milhes.

Em nota de assessoria, o Corinthians afirmou Folha considerar-se isento desses pagamentos por conta de uma deciso do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), como em casos do Athletico-PR e So Paulo. Os dois times conseguiram vitrias aps entendimento do Carf de que os clubes so associaes sem fins lucrativos e, portanto, esto isentos desses tipos de impostos.

Por outro lado, os argumentos nos processos defendidas pela PGFN so de que a Lei Pel equipara os clubes brasileiros de futebol com sociedades empresariais e, portanto, devem estar sujeitos ao regime tributrio normalmente. Ao jornal, o advogado Guilherme Oliveira, do escritrio Oliveira e Belm, disse que "a agremiao pode ser configurada como uma entidade sem fins lucrativos se no remunera seus dirigentes e reinveste seu lucro".

TTULO.

O Corinthians deixou escapar a vitria sobre o Cear no ltimo sbado, porm permanece no G4 e com confiana na briga pelo ttulo do Campeonato Brasileiro. Nesta tera-feira, Vagner Love concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava e afirmou que acredita na possibilidade de levantar a taa ao fim da temporada.

"Temos chances, acredito muito nisso. J estivemos a 13 pontos do primeiro colocado e hoje so sete. Para um campeonato que no terminou o primeiro turno ainda. Acredito do Corinthians na briga", opinou o centroavante aos jornalistas nesta tera..

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 7,5 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.