Logo Jornal OVALE

Campeão da Superliga, Taubaté tem cinco convocados para Seleção do técnico Renan

Marcos Eduardo Carvalho @marcosovale78 | @marcosovale78

As notícias boas não param de chegar ao Vôlei Taubaté. A última delas, embora não chegue a ser uma grande novidade, foi a convocação de cinco jogadores campeões da Superliga Nacional masculina no último sábado para defender a Seleção Brasileira, comandada pelo técnico Renan, o mesmo comandante do time taubateano.

Douglas Souza (ponteiro), Lucarelli (ponteiro), Lucão (central) e Thales (líbero), além do central Otávio, que acertou com o Sada Cruzeiro,  vão participar de um período de treinamentos e amistosos com a equipe que é também a atual campeã olímpica. No caso de o Otávio, o atleta foi campeão com o Taubaté no sábado, mas não vai mais fazer parte do elenco no segundo semestre, já que oficialmente fechou com o Cruzeiro.

Lucarelli, Lucão e Douglas Souza, inclusive, fizeram parte da equipe que foi medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Eles se juntam aos 15 primeiros atletas convocados para o início de treinamentos da seleção brasileira em 2019. O grupo está se preparando para Liga das Nações, Pré-Olímpico, Campeonato Sul-Americano e Copa do Mundo.

AGENDA.

Os jogadores taubateanos se apresentam na segunda-feira em Campinas. Na cidade, a Seleção Brasileira vai fazer dois amistosos contra o Canadá, nos dias 22 e 24 de maio, no ginásio Taquaral.

Ainda neste ano, a Seleção Brasileira tem quatro competições pela frente: Liga das Nações, Campeonato Sul-Americano, Pré-Olímpico e Copa do Mundo. A tendência é que o Pré-Olímpico seja priorizado, já que vale a vaga nos Jogos de Londres no ano que vem.

A seleção estreia na Liga das Nações, já no dia 31 deste mês, depois terá o Pré-Olímpico entre 9 e 11 de agosto, na Bulgária, o Campeonato Sul-Americano, de 11 a 15 de setembro, no Chile, e a temporada será encerrada na Copa do Mundo, no Japão, de 1º a 15 de outubro.

"Independentemente da competição, o Brasil sempre entra como um dos favoritos. Temos que assumir essa posição e tentar vencer em todas as competições. Essa é a ideia sempre e é assim que tocamos o dia a dia aqui dentro do CDV. O espírito é estar entre os melhores e, por isso, os treinamentos acontecem diariamente muito fortes", disse o técnico do Taubaté e da Seleção Brasileira, ao site da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol).

"A Liga das Nações é uma competição importante do calendário internacional, mas esse ano o nosso principal objetivo, claro, é a classificação olímpica. Teremos pela frente uma etapa bastante perigosa porque classifica somente uma seleção nessa fase, então, o foco vai estar total ali. Por isso, vamos valorizar, claro, a Liga das Nações, mas ela vai ser parte do treinamento para chegarmos na melhor condição possível ao Pré-Olímpico", disse o treinador..