Logo Jornal OVALE

Taubat bate Sesi e conquista ttulo indito da Superliga Nacional

Time da regio faz histria, vence time da capital no quinto jogo e, depois do pentacampeonato estadual, ergue pela primeira vez a taa mais importante do vlei nacional

Marcos Eduardo Carvalho | [email protected]

É campeão! É campeão! É campeão! O Vôlei Taubaté derrotou o Sesi por 3 a 1 (parciais de 21/25, 22/25, 25/21 e 25/20) neste sábado à noite, na Arena Suzano, palco de três partidas da decisão, no quinto e último jogo da série das finais da Superliga Nacional. Assim, conquistou pela primeira vez o título da principal competição do país. Era a conquista que faltava para o time que é o atual pentacampeão paulista e já tem dois títulos da Copa do Brasil.

Em uma final marcada por jogos equilibrados e de alto nível técnico, os dois times proporcionaram jogos emocionantes.  Willian, Lipe e Éder, pelo Sesi; Lucão, Lucarelli e Douglas Souza, pelo Taubaté, foram os seis campeões olímpicos em quadra na disputa. E o troféu também coroa o trabalho do técnico Renan, que também é o atual comandante da Seleção Brasileira. Ele assumiu o time da região em fevereiro, após a demissão do argentino Daniel Castellani, e conseguiu resgatar o time, que na semifinal eliminou o Cruzeiro.

Agora, é só festejar e comemorar muito. A cidade de Taubaté, que vem respirando vôlei nos últimos anos, ganha mais uma motivo para festejar. E, nesta temporada, se torna a capital nacional da modalidade.

O JOGO.

No primeiro quarto, o time da região foi envolvente. Com as mãos mais calibradas, os taubateanos abriram quatro pontos de vantagem em fecharam em 25 a 21. Depois, no período seguinte, a vitória do time da região chegou até a ficar ameaçada em alguns momentos, mas no final das contas acabou vencendo por 25 a 22 e abriu 2 a 0 no placar, ficando a apenas um set do título.

O terceiro set, porém, era de vida ou morte para o Sesi. Assim, o time da Capital voltou melhor, aproveitou as falhas do Taubaté e fechou com quatro pontos de vantagem, 25 a 21, forçando o quarto set da partida.

Neste quarto período, o jogo esteve bem mais equilibrado, com os dois times se alternando mais no placar. Os saques eficientes do ponteiro Lucarelli eram um dos pontos fortes do Taubaté. O Sesi chegou a a abrir dois pontos de vantagem, mas os taubateanos foram buscar: empataram e ainda abriram vantagem de quatro pontos em determinado momento. Mas o Sesi novamente reagiu, encostou e em uma falha de recepção, diminuiu para um ponto, obrigando Renan a parar o jogo novamente. O Taubaté reagiu e teve até direito a um ponto no 'desafio', em jogada difícil até para a arbitragem, deixando o jogo parado por alguns minutos. No final das contas, o time da região conseguiu fechar o set e, assim, foi festejar o inédito título com a torcida, em um ponto de Lucarelli.