Quem herda o voto bolsonarista?

Quem herda o espólio da guerra quase fratricida travada entre o PSL e o presidente Jair Bolsonaro ao longo de 2020? Usando uma analogia com referência às relações conjugais, o capitão divorciou-se da sigla, não conseguiu criar uma nova aliança e... como ficou a divisão de bens do antigo casal, que em 2018 fazia declarações de amor eterno?

O bolsonarismo é suprapartidário.

Este é um ponto vital para a compreensão deste fenômeno.

Diferentemente do que ocorre com o lulismo, por exemplo, em que os seguidores votam no 13 do PT, o bolsonarismo é um fenômeno distinto, em que seus adeptos não necessariamente optam pelo 17 e confirma -- principalmente após a briga entre o presidente e o PSL, que tinha como pano de fundo a verba partidária.

Um exemplo?

O levantamento OVALE/TV Band Vale/Paraná Pesquisas divulgado na última sexta-feira, mostrando o cenário da largada eleitoral em São José dos Campos, aponta o tucano Felicio Ramuth (PSDB) com 47,4% das intenções de voto na pesquisa espontânea. O candidato do PSL, Anderson Senna, que cola a campanha na imagem do presidente, teve 1,8%.

Como explicar isso em meio ao aumento na aprovação do presidente?

Em São José, especificamente, até aqui é provável que o tucano tenha conquistado a preferência de fatia considerável do eleitorado que gosta de Bolsonaro.

Isso graças à atuação do Paço no enfrentamento à pandemia, com a ofensiva iniciada em abril por uma maior flexibilização na quarentena, opondo-se ao Plano São Paulo, do governador João Doria (PSDB), maior antagonista do presidente no cenário nacional.

O bolsonarismo mostra-se uma ideia mais do que um partido.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.