Logo Jornal OVALE

Tiro certo ou festim?

Foras de segurana vo promover megaoperao na regio nessa quinta, mas s isso no resolve problema

Uma megaoperação que acontece nesta quinta em toda a RMVale é a grande aposta das forças de segurança para combater o crime na região. Policiais civis, militares, rodoviários, federais, guardas e até órgãos fiscalizadores, como o Detran, estarão empenhados para garantir a segurança pública na nossa região, a mais violenta de São Paulo.

O plano é atuar na captura de criminosos e no combate contra o tráfico de drogas e os desmanches, com trabalho de todo o contingente da PM, além de equipes do Baep e da Rota, por exemplo. Uma verdadeira operação de guerra.

"A ideia é que a união de esforços possa contribuir para a melhoria das condições de segurança da região, principalmente no que tange os homicídios que vem sendo praticados por rivalidade do tráfico e latrocínios", afirmou o coronel José Eduardo Stanelis, comandante da PM em toda a região.

A medida é excelente, visto que o Vale, urgentemente, precisa de ações que ajudem a reforçar a segurança. Nos últimos anos, a região se consolidou como líder nos principais indicadores criminais, segundo dados da própria Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Sai gestão e entra gestão, mas sempre do mesmo partido, que deveria conversar entre melhor entre si. E a RMVale continua sendo negligenciada no combate ao crime.

Talvez exista, porém, um erro na avaliação do problema. É "fácil" e até cômodo colocar uma operação cinematográfica nas ruas para inglês ver, especialmente quando a criminalidade atinge níveis alarmantes. O problema é que o combate à violência está longe de ser um assunto só de segurança pública.

É preciso, de verdade, ir até o fim do problema e lidar com tudo que envolve o surgimento de novos criminosos. É combater a desigualdade, é melhorar a educação, é garantir avanços na economia.

Claro que é um problema nacional, como vemos aos montes, mas, desde 2010, de acordo com os dados do Estado, a RMVale possui a mais alta taxa de homicídios de São Paulo. Algo precisa ser feito, e não adianta ficar apenas enxugando gelo..