Em Taubaté, ela representam 76% dos casos suspeitos; adultas são a maioria

CIDADE. A Vigilância Epidemiológica de Taubaté mapeou as notificações de pacientes sob suspeita da doença e identificou que 76% dos casos são de mulheres, com 24% entre os homens.

Os casos são maioria entre os adultos, que representaram quase 80%, com 11% de idosos e 9% entre crianças.

A Vigilância informou que o mapeamento vai ajudar a identificar o perfil de paciente mais afetado e também a conhecer as regiões da cidade mais atingidas pela doença, permitindo a adoção de estratégias pontuais e específicas de forma mais rápida e eficiente.

A pesquisa foi feita quando a cidade tinha 153 casos suspeitos. Agora, Taubaté tem 168 com dois casos positivos, três mortes suspeitas e uma confirmada..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.