RMVale gera emprego pelo quarto ms seguido e cria 1.095 vagas em outubro

No ano, regio chega a 6.110 postos de trabalho gerados, melhor resultado para o mesmo perodo desde 2013; servios e a construo civil geraram mais postos de trabalho

Xandu [email protected] | @xandualves10

O Vale do Paraíba gerou emprego pelo quarto mês consecutivo e abriu 1.095 postos de trabalho em outubro, de acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira.

É o melhor resultado para o mesmo mês dos últimos dois anos. No ano passado, a região abriu 979 empregos em outubro e gerou 2.072 vagas, em 2017.

A última vez que o Vale gerou emprego por quatro meses consecutivos foi entre agosto e novembro de 2018. O resultado mantém o ano com saldo positivo, com seis meses gerando empregos e quatro, com mais demissões.

O saldo acumulado de janeiro a outubro é de 6.110 postos de trabalho, o melhor resultado para o mesmo período desde 2013, quando a região criou 8.082 novos empregos nos 10 meses do ano.

Até agora, agosto lidera o ranking da abertura de vagas na região (2.085), seguido de setembro (1.742), fevereiro (1.363), outubro (1.095), abril (1.049) e julho (830). Os cortes ocorreram em março (-1.138), janeiro (-663), maio (-147) e junho (-106).

No ano passado, a economia do Vale abriu 979 novas vagas em outubro e 4.017 no acumulado do ano, entre janeiro e outubro.

SETORES.

Serviços foi o setor que mais contratou no ano, com 3.815 vagas abertas na região, seguido da construção civil (2.249), administração pública (972) e indústria (858).

Comércio manteve o saldo negativo dos últimos meses e acumula 1.329 postos fechados no ano. Os números devem mudar a partir de novembro, quando entram na conta as contratações de temporários para o final do ano.

Segundo pesquisa do Sincovat (Sindicato do Comércio Varejista de Taubaté e Região), o comércio varejista da RMVale deve contratar cerca de 1.700 trabalhadores temporários para o fim do ano.

CIDADES.

Após o segundo lugar em setembro, Taubaté assumiu a ponta do ranking da região com 386 empregos gerados em outubro. No acumulado do ano, ficou em terceiro lugar, com 964 postos de trabalho.

São José dos Campos lidera o ranking do ano, com 1.541 novos empregos, mas caiu para o último lugar entre as 39 cidades do Vale na lista de outubro, com o corte de 72 vagas no mercado de trabalho.

Ubatuba foi a segunda cidade que mais gerou empregos em outubro, com 188 vagas, seguida de São Sebastião (142), Aparecida (136) e Pindamonhangaba (126).

No acumulado do ano, Pinda aparece logo após de São José, com 1.174 empregos, seguida de Taubaté (964), Guaratinguetá (601) e Caçapava (555).

Jacareí perdeu 32 postos em outubro, a terceira pior da região, mas manteve o saldo positivo de 247 vagas no ano..

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 7,5 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.