Logo Jornal OVALE

So Jos entra na briga por fbrica de R$ 3,19 bilhes da chinesa Huawei

Lder mundial em equipamentos para redes e telecomunicaes, a companhia anunciou que ir construir uma nova fbrica no estado de So Paulo; em Sorocaba, empresa mantm 2.000 empregos diretos e gera outros 15 mil

Xandu [email protected] | @xandualves10

O prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), quer trazer para o município o investimento de US$ 800 milhões (R$ 3,19 bilhões) que a multinacional chinesa Huawei pretende fazer no estado de São Paulo.

Líder mundial em equipamentos para redes e telecomunicações, a companhia anunciou que irá construir uma nova fábrica no estado --a empresa já possui unidade em Sorocaba, com 2.000 empregados.

O anúncio foi feito após encontro do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com executivos da Huawei em Xangai, China, na semana passada.

LEIA MAIS: São José quer estudo sobre VLP para transporte rápido de massa
LEIA MAIS: Com impasse do BRT, Felicio viaja à China para conhecer projetos

Segundo o tucano, a definição do local de instalação da nova fábrica será feita "nos próximos meses", dentro do "polo de desenvolvimento tecnológico" do estado, que tem em São José o ponto de referência.

"A definição será dada por meio das circunstâncias de logística, disponibilidade de mão de obra, condições técnicas de implantação da nova fábrica", completou Doria.

A declaração fez o prefeito de São José revelar, nas redes sociais, que esteve na sede da Huawei em abril, quando visitou a China. Ele mantinha o encontro em sigilo.

"Minha estratégia foi manter a visita em sigilo, mas considerando o anúncio desta semana resolvi compartilhar a visita", explicou Felicio.

O prefeito disse que, durante a visita à empresa chinesa, acompanhado do secretário de Governança, Anderson Farias Ferreira, apresentou "as qualidades de nossa cidade para futuros investimentos da empresa".

"O investimento aproximado é de US$ 800 milhões e continuaremos trabalhando para aproximar a cidade deste futuro investimento", afirmou.

Nova unidade vai produzir para mercado nacional e exportações, afirma governador

O governo de São Paulo informou que a nova fábrica da multinacional chinesa Huawei, que será construída no estado, irá produzir para atender o mercado nacional e a América do Sul, com forte presença nas exportações.

"O programa do 5G, que foi definido nesta reunião [entre João Doria e a Huawei], não é apenas uma evolução, mas é uma revolução. A conexão para cada km² vai atingir 1 milhão de equipamentos, portanto, 1 milhão de usuários. É um salto fantástico em relação à capacidade de hoje". A empresa deve participar do leilão da frequência 5G, previsto para 2020.