Logo Jornal OVALE

RMVale pode ganhar fábrica de R$ 1,5 bilhão da CSN

http://www.ovale.com.br |

O Vale do Paraíba sai na frente da concorrência para receber investimentos de R$ 1,5 bilhão e abrigar uma nova fábrica da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), com geração de 400 empregos diretos e cerca de 1.000 indiretos.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, e faz parte do programa estadual de polos de desenvolvimento econômico.

Com unidades fabris nos estados do Rio de Janeiro (Volta Redonda), Minas Gerais (Arcos) e Paraná (Araucária), a CSN vai construir uma fábrica laminadora de aço galvanizado em São Paulo, e o Vale do Paraíba deve ser a região escolhida para a nova planta.

O empreendimento terá capacidade para produzir 350 mil toneladas de aço laminado por ano e vai atender basicamente os mercados automotivo e de linha branca (geladeiras, freezers, fogões e máquinas de lavar), ambos instalados na região.

Segundo Benjamin Steinbruch, presidente e principal acionista da CSN, a empresa estima colocar a unidade em operação no prazo de três anos. O município ainda não foi escolhido.

O estudo do local mais adequado para o investimento da CSN será feito pela Invest SP, agência paulista que apoia o empreendedor de acordo com as necessidades de sua atividade.

“Perspectiva de estar mais presente junto à cadeia produtiva automobilística, por ter valor agregado maior, tecnologia e formação de mão de obra qualificada, e do polo que vai se desenvolver de linha branca”, disse Steinbruch.

O empresário informou que o investimento em São Paulo se justifica porque fica mais próximo da indústria automobilística do país e também do polo metal-metalúrgico estadual.