Pazuello diz que vacinao comea em janeiro; avio ir buscar 2 milhes de doses na ndia

Em breve pronunciamento, Eduardo Pazuello disse que pas est preparado para iniciar a vacinao assim que houver o aval da Anvisa

Agncia O Globo | @jornalovale

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quarta-feira em Manaus (AM) que o governo irá enviar avião à Índia para pegar 2 milhões de doses prontas que devem ser entregues pelo Serum Institute, um dos centros vinculados à AstraZeneca para produção da vacina de Oxford. Pazuello garantiu que a vacinação no país começa em janeiro.

"Vamos vacinar em janeiro", afirmou, completando: "Hoje decola o avião para buscar os 2 milhões de doses na Índia", disse o ministro.

Pazuello voltou a reafirmar que Brasil está preparado para iniciar a vacinação contra a Covid-19 assim que houver o aval da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Segundo o ministro, todos os estados receberão as doses ao mesmo tempo, inclusive Manaus.

"Nós temos duas vacinas para janeiro muito promissoras. São 8 milhões de doses já em janeiro. Quando a Anvisa concluir suas análise, três, quatro dias depois estaremos distribuindo a vacina", disse o ministro.

A Anvisa informou ontem que decidirá no domingo, em reunião da diretoria colegiada, sobre a autorização de uso emergencial das vacinas submetidas à agência. A data é o penúltimo dia do prazo estabelecido pelo órgão para avaliação dos pedidos.

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido, assistido, curtido e compartilhado. So mais de 23 milhes de visualizaes por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao da edio impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.