Estudo aponta que capitais conduziram reaberturas equivocadas pelo Brasil

ANÁLISE. Uma pesquisa da Universidade de Oxford, divulgada na última quinta-feira, concluiu que oito capitais conduziram reaberturas equivocadas, enquanto ainda não há vacina ou medicamento de eficácia comprovada e o coronavírus segue avançando pelo Brasil em meio às iniciativas de flexibilização. Na avaliação dos pesquisadores da instituição britânica, uma das mais renomadas do mundo, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Fortaleza, Goiânia, Manaus e Porto Alegre "não atenderam aos critérios da OMS." Os acadêmicos apontam diversos fatores que inviabilizariam a reabertura neste momento, como a falta de testes em volume adequado e a ausência de um programa de rastreamento de contato para tentar conter o contágio..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.