SOLDADOS DA TERCEIRA GUERRA MUNDIAL

Jos Vicente da Silva Filho Coronel reformado da Polcia Militar do Estado de So Paulo |

ex-Secretrio de Segurana Pblica e mestre em Psicologia Social pela USP |

No dia 8 de maio foi registrado o marco de 75 anos do trmino da Segunda Guerra Mundial, com a rendio da Alemanha, justo no momento em que estamos imersos em outra guerra mundial contra um inimigo invisvel, sem alvo de conquista, sem ideologia e sem liderana. Aqui a guerra j havia sido declarada em fevereiro com as primeiras invases do Coronavrus, avisando que a coisa ia ser feia. Mas o otimismo inconsequente de quem tinha um super carnaval para tocar no permitia projetar os cenrios mais graves que consideram as piores consequncias. At mdicos renomados de constante presena na mdia subestimaram a fora do inimigo. A crise vem eclodindo como uma guerra de mltiplas frentes, uma delas a hospitalar, que lida com as consequncias da infeco, principalmente pelas falhas de preveno que depende do isolamento social, a nica vacina conhecida at aqui.

No espao mais aberto h profissionais do servio pblico que no podem recusar a prestao de servio, mesmo com os riscos inerentes ao trabalho. Policiais e bombeiros enfrentam novos desafios. A reduo da mobilidade das pessoas e veculos fez desabar os furtos e roubos, mas nas periferias, onde o isolamento familiar precrio, houve incremento de homicdios e de violncia domstica. Em alguns estados com aguda dificuldade de gesto, como no Cear, a pandemia e os homicdios explodiram. O que toda guerra ensina que no se manda soldados para a batalha sem armas, munio e equipamentos bsicos de proteo, mas estamos assistindo as deficincias de estratgias dos "generais" que comandam estados e municpios. As diferenas de planejamento e gesto neste momento crtico mostram a falta de equipamentos e de procedimentos no s para hospitais, mas tambm para policiais, bombeiros, guardas municipais e agentes penitencirios. A PM em So Paulo, que dispe de um refinado sistema de planejamento, no final de maro j tinha adquirido e estocado mais de 500 mil itens de proteo de seus policiais, enquanto no Rio empresrios fazem vaquinha para comprar mscaras para os policiais em pleno pico da pandemia. Agora o agravamento da crise sanitria em algumas localidades como Maranho, Cear e Amazonas, est impondo medidas severas (lockdown) de restrio de circulao que vo demandar o esforo policial numa ao difcil, a represso sobre cidados que aumentam o perigo de contaminao.

Com a troca do Secretrio Nacional de Segurana Pblica, entrando o coronel Carlos Alberto Arajo Gomes da PM de Santa Catarina, espera-se que o governo federal comece a prestar o suporte que os agentes da segurana pblica necessitam neste momento crtico para seus trabalhos..

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 23 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.