Mandetta volta a defender isolamento social contra o coronavírus

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, voltou a defender o isolamento social como maneira de frear a disseminação do novo coronavírus no país. A afirmação foi feita durante o balanço dos 30 dias de contágio da doença.

Mandetta elogiou a preocupação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com a economia e criticou medidas de governadores que sejam descoordenadas do governo federal. No entanto, abordou temas que contrastam do discurso defendido pelo presidente.

O ministro enfatizou que há motivos para que as pessoas se preocupem em todas as faixas etárias, refutou a comparação feita entre a covid-19 e H1N1 e relativizou o uso da cloroquina. O presidente, por sua vez, já minimizou os riscos da doença em jovens e defende a cloroquina como solução.

Mandetta afirmou ainda que o isolamento social, além de diminuir a transmissão dos casos, tem evitado acidentes de trânsito e outros fatores que poderiam sobrecarregar o sistema de saúde.

"Mais uma razão pra gente ficar em casa, parado: para a gente colocar os equipamentos nas mãos dos agentes que precisam", disse.

Em outro momento, o ministro ainda criticou a postura dos apoiadores do presidente que fizeram carreata contra o isolamento social neste sábado.

"Não é hora de fazer carreata", afirmou.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.