Governo anuncia R$ 40 bi para bancar pagamento

Linha de crdito emergencial vai ser usar ajudar pequenas e mdias empresas a quitar salrios durante os dois prximos meses; juro ser de 3,75% ao ano, seguindo a Selic

Kelly Oliveira e Andreia Verdlio Agncia Brasil | @jornalovale

O governo anunciou nesta sexta-feira uma linha de crdito emergencial para ajudar pequenas e mdias empresas a quitar a folha de pagamentos. O setor est entre os mais afetados pela crise gerada pela pandemia de covid-19. A estimativa de liberao de R$ 40 bilhes.

O anncio foi feito em entrevista coletiva, no Palcio do Planalto, com a presena do presidente Jair Bolsonaro. Segundo o presidente, alm da preocupao com a disseminao do coronavrus e os efeitos da doena, preciso garantir empregos para a populao. "Devemos diminuir a altura dessas duas ondas [da infeco e do desemprego]".

A medida deve beneficiar 1,4 milho de empresas, atingindo 12,2 milhes de trabalhadores. O crdito ser destinado a empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil a R$ 10 milhes e vai financiar dois meses da folha de pagamento, com volume de R$ 20 bi por ms.

Segundo o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, a medida ser operacionalizada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social), em parceria com os bancos privados. O limite de financiamento de dois salrios mnimos. Ou seja, se o trabalhador ganha mais de dois salrios mnimos, a empresa ter que complementar.

Ao contratar o crdito, a empresa assume o compromisso de que no demitir o funcionrio nesse perodo de dois meses. "A empresa fecha o contrato, e o dinheiro vai direto para o funcionrio. A empresa fica s com a dvida", disse Campos Neto, explicando que os recursos no passaro pela conta da empresa.

A taxa de juros ser de 3,75% ao ano (atual taxa Selic). Do total a ser liberado por ms (R$ 20 bilhes), R$ 17 bilhes sero recursos do Tesouro Nacional e R$ 3 bilhes dos bancos privados. Sero seis meses de carncia e 36 meses para o pagamento.

Segundo Campos Neto, a linha estar disponvel em uma ou duas semanas. "Quarenta e cinco por cento do custo de uma pequena e mdia empresa folha de pagamento, normalmente em torno 20% ao ano. Temos que atravessar este perodo garantindo emprego para os trabalhadores", afirmou. Ele acrescentou que o custo de demisso para as empresas equivalente a trs ou quatro meses de salrio..

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 8,5 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.