Bolsonaro diz que h risco para normalidade democrtica

Em coletiva nesta quarta-feira, presidente disse que os governadores esto cometendo 'um crime' contra o Brasil e diz que vai orientar Ministrio da Sade para isolamento vertical

Da Redao | @jornalovale

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quarta-feira (25), em entrevista concedida em frente ao Palácio da Alvorada, que há risco para a 'normalidade democrática', que governadores estão cometendo 'um crime' contra o Brasil e destacou que vai orientar o Ministério da Saúde a adotar o isolamento vertical no país. "O caos está aí, se não acordar, nos próximos dias pode ser tarde demais", disse.

Na prática, Bolsonaro triplicou a aposta.

Após pronunciamento na noite de terça-feira, em que atacou a imprensa, minimizou a pandemia do coronavírus e pediu a 'volta da normalidade, o presidente voltou à carga nesta manhã e chamou os governadores João Doria (PSDB) e Wilson Witzel (PSC), de São Paulo e Rio de Janeiro, de estarem fazendo 'demagogia barata'. A declaração ocorreu por volta das 8h30 -- meia hora antes da conferência com os governadores.

Antes, no Twitter, Bolsonaro já havia postado um pedido para que o comércio fosse reaberto, destacando que 38 milhões de autônomos estão sem renda.

Confira abaixo as principais declarações do presidente:

"As empresas não têm produzido nada, zero. Uma empresa que fabrica oxigênio no  Brasil, não tem como mandar para o hospital. As empresas não tem como pagar o  seu pessoal e se a economia colapsar, não vai ter dinheiro para pagar o  servidor público. O caos está aí".

"E detalhes: se tivermos problemas, como poderemos ter os problemas dos mais variados, como saques de supermercados, o vírus continuará entre nós e não vai embora".

"O que precisa ser feito? Colocar esse povo para trabalhar, preservar os idosos, as pessoas que têm problemas de saúde. Caso contrário, o que aconteceu no Chile, vai ser fichinha perto do que vai acontecer no Brasil"

"Todos nós pagaremos um preço que vai levar anos para ser pago. Se é que o Brasil não possa sair da normalidade democrática que vocês tanto defendem. Da minha parte, eu me exponho porque quero levar mensagem de paz, tranquilidade, serenidade. O que os governadores estão fazendo é um crime. Estão arrebentando com o país, cometendo um crime"

"Não se desassocie uma coisa de outra. Sem dinheiro, sem produção, o pessoal do campo também vai deixar de produzir e nós vamos viver do que? Ontem ouvi o relato do presidente dos EUA tem uma linha semelhante à minha. Claro, um país bem mais poderoso do que o nosso, tem uma cultura e uma educação diferente da nossa. Ao que tudo indica, ele vai abrir os postos de trabalhar a partir de hoje"

 "Verdade acima de tudo. Alguns poucos governadores, não são todos, no Rio e São Paulo estão fazendo demagogia barata em cima disso e se colocam na mídia como salvadores da pátria. Fazem política o tempo todo. Não é esse caminho que  devemos seguir. Esqueça que não gosta de mim"

"Temos que tirar da cabeça das pessoas essa sensação de pânico, meu Deus do céu. O caos está vindo aí"

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 7,5 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.