Rodízio de veículos volta a partir desta segunda-feira em São Paulo

Agência Brasil | [email protected]

Adotado em dias úteis, o sistema de rodízio de automóveis e caminhões na capital paulista tornou a vigorar na manhã desta segunda-feira (13). Conforme estabelece a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), na Operação Horário de Pico, os veículos ficam proibidos de circular durante um dia da semana, nos períodos de 7h às 10h e de 17h às 20h. A data é determinada a partir das placas que os identificam.

O objetivo do rodízio é se evitar congestionamentos. No sistema de revezamento, restringe-se o acesso ao centro expandido da cidade, que é delimitado pelo minianel viário.

Às segundas-feiras, a regra se aplica aos veículos com placa final 1 e 2. Às terças-feiras, placas de final 3 e 4. Nas quartas-feiras e quintas-feiras, o impedimento vale para placas terminadas em 5 e 6 e 7 e 8, respectivamente. Às sextas-feiras, a medida compreende as de final 9 e 0.

Mesmo com o rodízio vigente, ficam autorizados a transitar livremente motocicletas, táxis, veículos de transporte escolar, guinchos, entre outros. A lista completa pode ser consultada no site oficial do órgão. Dúvidas também são respondidas na página da CET.

Confira as ruas onde o acesso é restrito: Marginal do Rio Tietê, entre Avenida Salim Farah Maluf e Marginal do Rio Pinheiros; Marginal do Rio Pinheiros, da Marginal do Rio Tietê até a Avenida dos Bandeirantes; Avenida dos Bandeirantes, em toda a extensão; Avenida Afonso D’Escragnole Taunay, em toda a extensão; Complexo Viário Maria Maluf, em toda a extensão; Avenida Presidente Tancredo Neves, em toda a extensão; Avenida das Juntas Provisórias, em toda a extensão; Viaduto Grande São Paulo, em toda a extensão; Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Melo, entre Viaduto Grande São Paulo e Avenida Salim Farah Maluf; Avenida Salim Farah Maluf, em toda a extensão.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.